Dançarina de Ji Paraná é contratada pelo Aviões do Forró

Enviar no WhatsApp
A dançarina Camila Spagnol concedeu entrevista exclusiva ao Portal Rul


Mais um talento de Ji-Paraná desponta no cenário nacional e prova que a persistência é a base para o sucesso. O Rul realizou nesta quarta-feira uma entrevista especial com a dançarina ji-paranaense Camila Spagnol, 24 anos.


De família humilde, Camila terminou o ensino médio na Escola Lauro Benno, no bairro Santiago e desde criança sonhava em ser a loira do Tchan (Carla Perez e Sheila Mello).

Com 18 anos iniciou carreira em Ji-Paraná e passou por 13 bandas de forró em cinco Estados do País e recentemente realizou uma grande conquista.

Camila Spagnol acaba de ser contratada para dançar na principal banda de forró do Brasil, o Aviões do Forró, segundo ela a realização de um grande sonho.

Veja abaixo trechos da entrevista especial com Camila Spagnol  

Camila, você já passou por diversas bandas de forró do Brasil e agora acabou de ser contratada para realizar o seu trabalho de dançarina na Banda Aviões do Forró, considerada a maior banda do segmento no Brasil. Você considera essa conquista como um grande sonho realizado?


Sim! Lutei muito para chegar até aqui, mas esse sonho será realmente concretizado na minha primeira apresentação com a banda. Ainda estou no período de adaptação, onde comecei a ensaiar terça-feira (23). Agora é manter o foco, porque dia 11 de outubro é aniversario de 11 anos do Aviões do Forró e terá uma grande festa em Fortaleza, inclusive com gravação de DVD e para este aguardado dia preciso estar afiadinha. Estou muita ansiosa!  

Como surgiu o convite para fazer parte do Aviões?


Bom, ano passado um dos donos da banda que já conhecia o meu trabalho me fez o convite, só que eu precisava ter silicone para ficar no padrão das meninas que integram o grupo de dançarinas da banda. Bom, acredito que hoje estou nesse padrão (risos).   

Há quantos anos você saiu de Ji-Paraná para triunfar o seu talento na dança?

São quatro anos fora de Ji-Paraná. Com meus 18 anos saí e fiquei quase um ano fora, voltei e tive um trabalho normal na cidade onde dançava nos fins de semana, mas nunca parei. Após esse período recebi um convite para dançar no Espirito Santo, depois fui para São Paulo onde morei um ano e agora estou em Fortaleza há 1 ano e 10 meses.


Sabemos que antes de chegar ao Aviões do Forró passou por muitas bandas, você pode citar algumas?

Nossa, são muitas! Vou descrever todas na seqüência, vamos lá: Balancão do Brasil (Ji-Paraná), Forró Morena Bronzeada(Minas Gerais), Nódia de Banana(Ji-Paraná), Trio Chaparreira (Ji-Paraná), Forró do Bom(Ji-Paraná), Los Arcanjos(Jaru), Trio chapahalls (Espirito Santo), Renner da dupla Rick e Renner (são Paulo), Nelson Nascimento(São Paulo), Pepe Moreno (são Paulo),  Bonde do Forró (São Paulo), Forró Sacode(Fortaleza), Solteirões do Forró (Fortaleza) e enfim Aviões do Forró.
O que a sua família em Ji-Paraná representa para você Camila?

Minha família é a minha base de tudo. Saí de Rondônia com o sonho de poder dar uma vida melhor para minha mãe, porque as coisas não são fáceis para famílias humildes como a minha. Com o meu trabalho é muito difícil ficar longe deles, mas sempre pude ajudar. Ano passado minha mãe ficou muito doente e graças a Deus pude ajudar financeiramente e estar ao lado dela quando se curou. Então nada do que batalhei teria sentido se não tivesse o apoio deles. A minha Família é minha base, meu chão, meu tudo.  


Reportagem 
Hudson Calandrelli

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br