SECRETÁRIO DÁ CANO EM EMPRESÁRIO DE CACOAL MAS SUA ESPOSA MANTÉM GORDOS CONTRATOS

Enviar no WhatsApp
SECRETÁRIO DÁ CANO EM EMPRESÁRIO DE CACOAL, MAS SUA ESPOSA MANTÉM GORDOS CONTRATOS NA GESTÃO CONFÚCIO MOURA

Ubiraildes Moreira Rios Castro, o marido Emerson e o contrato com o Governo

O empresário Ademir Dias quase chorou de raiva quando assistiu a propaganda eleitoral do candidato Confúcio Moura (PMDB) enfatizando os “avanços” do seu Governo na Educação em Rondônia. Ele é proprietário da construtora Construdias Ltda sediada em Cacoal e que levou cano na ordem de R$ 200 mil da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). 


Sua empresa venceu licitação regular para construir 5 escolas indígenas em Espigão do Oeste e Alta Floresta. Só a primeira medição foi paga e com desconto inexplicável de R$ 40 mil. Ademir chegou a acampar 60 dias aguardando uma audiência com o secretário Emerson Castro. Ele foi atendido, mas o titular da pasta não deu solução para o caso e muito menos explicações para o calote da Seduc. “O pior é que o Governo iniciou as aulas com as obras pela metade. Nem o termo de conclusão foi emitido para o Estado”, explicou o empresário.


Enquanto Ademir Dias pena para receber R$ 200 mil, Emerson Castro mantém negócios e vem recebendo regularmente do Governo Confúcio Moura através de sua esposa, Ubiraildes Moreira Rios Castro, a Binha Rios, ex-corretora de imóveis que resolveu abrir um negócio de eventos, lavanderia e construção civil. O contrato 238/PGE/2013 foi assinado em 23 de dezembro de 2013 entre a empresa Lumiar Consultoria e Administração Ltda, cuja representante legal e proprietária é Ubiraildes Moreira, e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) prevê o pagamento de R$ 623.376,00 para prestação de serviços de lavanderia hospitalar externas.

Mas esse não é o primeiro contrato da esposa do secretário de Educação ganha na gestão do peemedebista Confúcio Moura. Quando Emerson era secretário de Desenvolvimento Sócio-Econômico (Sedes), Binha ganhou o contrato 092/PGE-2013 para fornecer almoço, jantar, café da manhã para a secretaria do esposo. O caso está sendo apurado pelo Ministério Público.


Esquemas na Prefeitura

Quando Emerson Castro era vice-prefeito da Capital também beneficiou a empresa de Ubiraildes. Mas o caso foi parar no Poder Judiciário, que no começo desse ano sustou licitação vencida pela mulher do político do PMDB rondoniense.  CLIQUE AQUI E CONFIRA.

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br