Mandados de prisão estão sendo cumpridos contra Índios em Cacoal

Enviar no WhatsApp
Ação acontece em Cacoal, Espigão do Oeste, Pimenta Bueno e Parecis.

A Polícia Federal e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) iniciaram, nesta quarta-feira (10), a Operação Mesclado contra uma suposta quadrilha responsável pela extração ilegal e falsificação de madeira em Rondônia. A ação teve início por volta das 6h (horário local) nos municípios de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão do Oeste e Alto Alegre dos Parecis. Segundo informações preliminares, serão cumpridos 66 mandados, sendo 11 de prisão preventiva e temporária, entre eles, dois contra indígenas.


Cerca de 15 pessoas também devem ser conduzidas coercitivamente – quando a pessoa é obrigada a ir para a sede da Polícia Federal, mas não precisa prestar depoimento, se não desejar –, serão cumpridos mandados de busca e apreensão na casa de contadores, em madeireiras e em ocas nas terras indígenas. Também há a previsão de que madeireiras sejam lacradas.

Cerca de 120 agentes estão envolvidos na operação. As investigações tiveram início há cerca de um ano.
De acordo com a Polícia Federal em Rondônia, o nome da operação, Mesclado, se deve ao fato de que a ação envolve interesses indígenas e não indígenas.

Mandados de prisão estão sendo cumpridos, entre eles, contra dois índios.

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br