Tem início período de defeso e pesca de espécies fica proibida em Rondônia

Enviar no WhatsApp
Até março de 2015, apenas peixes criados em viveiros podem ser capturados. Medida visa proteger espécies durante fases críticas de ciclos de vida.


Teve início nesse sábado (15) em Rondônia o período de defeso. Com isso, durante os próximos quatro meses está proibida a captura em todos os rios e afluentes do estado dos peixes Pescada, Surubim, Caparari, Pirapitinga, Jatuarana, Tambaqui. As espécies Dourada e Filhote somente poderão ser pescadas na calha do Rio Madeira, com tamanho superior a 65 centímetros, sem contar a medida da cabeça do animal.

O período de defeso, estabelecido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), é a época em que os peixes se reproduzem. Nesse intervalo, fica vetada a pesca esportiva e comercial em diversos locais do território nacional. A medida foi criada para proteger os animais durante as fases mais críticas de seus ciclos de vida, como a época da reprodução ou ainda do crescimento. Além de preservar as espécies, o período favorece a sustentabilidade do uso dos estoques pesqueiros. "A gente tem notado que os pescadores têm respeitado esse período", afirma Ricardo Lopes, do Ministério da Pesca e Aquicultura.

Até março do ano que vem, apenas espécies que são criadas em viveiros e possuam documentação expedida pelo Ibama podem ser capturadas. O descumprimento da proibição de pesca acarreta em penas que incluem multas que podem variar de um até dez salários mínimos. A punição também prevê a apreensão do material usado na atividade.


    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br