Cacoal teve o dia D de combate a Hanseníase

Enviar no WhatsApp
A Secretária de Saúde de Cacoal promoveu nos dias 27 e 29 de Janeiro, o dia “D” de combate a Hanseníase. O objetivo é esclarecer as principais dúvidas sobre a doença e alertar para a importância do tratamento e acompanhamento do paciente.


Os atendimentos à população foi realizados no dia 27 na Unidade Básica de Saúde Cristo Rei e no dia 29 na Unidade Luiz Moreira das 7:00 da manhã até as 5:00 tarde.

A hanseníase, também conhecida como lepra, é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae. Os sintomas incluem sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades, manchas brancas ou avermelhadas geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato, caroços e placas em qualquer local do corpo. Afeta primordialmente a pele, mas pode afetar também os olhos, os nervos periféricos e eventualmente outros órgãos.

O período de incubação é prolongado, e pode variar de seis meses a seis anos.

Rondônia apresenta uma média de 50 pessoas com hanseníase para cada 100 mil habitantes, sendo considerado um estado hiperendêmico para a doença. Segundo a Enfermeira e Coordenadora da ação, Regina Ferreira, “Cacoal está entre os 13 municípios que apresentam alta prevalência, pois, tem clima propício para a proliferação da doença”.
O tratamento da hanseníase dura entre seis meses a um ano, de acordo com a intensidade da doença.

Prefeitura de Cacoal
Assessoria de Comunicação

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br