Priorização do atendimento no 1º Grau de Jurisdição é destaque no TRE-RO

Enviar no WhatsApp
Porto Velho - Rondônia: O Conselho Nacional de Justiça – CNJ – publicou a Resolução n.194/2014, que institui a Política Nacional de atenção prioritária ao primeiro grau de jurisdição. Em essência, o normativo visa promover maior qualidade, celeridade, eficiência, eficácia e efetividade aos serviços judiciários de primeira instância.


Quando se fala em Grau de Jurisdição ou Instância indica-se a hierarquia judiciária de um órgão. Por princípio, as demandas judiciais são sujeitas a dois graus de jurisdição: aPrimeira Instância refere-se, em regra, ao juízo em que se iniciou a demanda, ou onde foi proposta a ação; aSegunda é aquela à qual se recorre quando se pretende modificar decisão ou sentença final.

No âmbito da Justiça Eleitoral, o primeiro Grau de Jurisdição é representado pelos Juízes Eleitorais, o segundo grau pelos Tribunais Regionais Eleitorais e, no ápice da pirâmide, o Tribunal Superior Eleitoral.

Nas palavras do coordenador de educação e desenvolvimento do TRE-RO, Ronaldo Pontes Moura, “o atendimento ao público é uma função organizacional um pouco mais complexa do que aparenta. Ela acontece nos pontos de contato entre a organização e seus eventuais clientes. Esses pontos, no entanto, encontram como fator crítico de eficiência o resultado de conjuntos de ações internas, interpretação e aplicação de normas, estruturas tecnológicas e fluxos de processos que precisam ser bem desenhados para que a sociedade receba a melhor prestação de serviços possível”.

Atento a esta necessidade, o TRE-RO iniciou uma série de ações em busca deste objetivo. Ainda no ano de 2007, por determinação do, à época, corregedor e presidente em exercício, desembargador Roosevelt Queiroz Costa, a Justiça Eleitoral de Rondônia aderiu ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização –GESPUBLICA. O programa foi o primeiro passo rumo a excelência no atendimento.

Iniciativas como a feitura de pesquisas de satisfação do eleitor e criação da Ouvidoria Eleitoral, investimentos em organização do ambiente de atendimento, preparação dos agentes envolvidos através de capacitação continuada, bem como ações voltadas à acessibilidade vêm sendo desenvolvidas e aprimoradas desde então.

Hoje, 7 anos após o TRE-RO dar o primeiro passo neste sentido, a edição da Resolução CJN n. 194/20104 pode ser considerada uma vitória e um reconhecimento do trabalho desenvolvido em Rondônia.

Um dos objetivos fundamentais da aludida Resolução é fomentar a capacitação contínua de magistrados e servidores nas competências relativas às atividades de primeiro grau e para tanto instituiu a necessidade de que cada Tribunal elaborasse plano de trabalho para execução da política de priorização e prescreveu a constituição de um comitê gestor regional.

Por ser um dos poucos Tribunais a desenvolver ordinariamente tais atividades, em linha com as diretrizes traçadas pela Resolução CNJ 194/2014, o corregedor e vice-presidente, desembargador Roosevelt Queiroz Costa, o qual possui a competência de fiscalizar e orientar os Juízes Eleitorais e os chefes de cartório no cumprimento de suas atribuições, encaminhou para o presidente do CNJ, ministro Ricardo Lewandowski, o plano de trabalho de melhorias no atendimento ao público já em curso no âmbito deste regional.

“Ao ter antecipado a demanda do CNJ, mais uma vez a Justiça Eleitoral de Rondônia mostra seu pioneirismo na gestão da coisa pública. Esse mérito não é apenas da corregedoria, mas de todo o TRE-RO, pois ações desenvolvidas por diversos setores do Tribunal, como o projeto orçamento participativo (integração e inclusão orçamentária das demandas do primeiro grau), e o planejamento estratégico integrado, nos colocam em lugar de proeminência no cenário nacional”, destacou o presidente em exercício, Des. Roosevelt Queiroz.

Fonte: Assessoria

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br