Rondônia ocupa o 20º lugar no índice de assassinatos de adolescentes

Enviar no WhatsApp
O estado de Rondônia está na 20ª posição no ranking dos estados onde mais ocorrem assassinatos contra adolescentes, segundo a 5ª edição do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), divulgado nesta quarta-feira (28), em coletiva de imprensa no Rio de Janeiro.


Segundo o levantamento, há 2,36 assassinatos para cada mil adolescentes no IHA de Rondônia. O índice reduziu desde o útimo IHA, divulgado em 2012, cuja posição de RO era a 17ª.

No Brasil, estima-se que 42 mil adolescentes morrerão assassinados nos municípios com mais de 100 mil habitantes. (Clique aqui para ver IHA de 2012). O IHA calcula o risco de adolescentes entre 12 anos a 19 anos serem assassinados antes de completarem o 19º aniversário, em municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes.

Para o secretário da Secretaria de Segurança e Defesa da Cidadania, Antônio Carlos dos Reis, a avaliação dos números é realtivamente positiva, já que o estado está em posição melhor do que outros estados. Ele diz que na maioria dos casos o crime está associado ao tráfico de drogas. "Alguns são acerto de contas ou até mesmo consequência de desentendimentos entre os jovens. Outra característica é que a maioria desses jovens é de baixa renda e tem pouca escolaridade", pontua.

Segundo o secretário, as ações da Sesdec para combater esse índice estão voltadas principalmente para a prevenção, como o Proerd, Aluno Monitor e Bombeiro Mirim, programas feitos em escolas para mostrar o lado cruel das drogas e estimular valores como família, escola, dentre outros. O secretário também ressaltou que a pasta criou gerências para realizar operações e planejar ações para coibir o tráfico, e que as ações para reduzir a criminalidade no estado serão intensificadas em 2015.

Ranking

Entre as capitais, Porto Velho está em 15º lugar, com IHA de 3,11 homicídios para cada mil adolescentes. O ranking é liderado por Fortaleza, com 9,92, seguida por Maceió (9,37), Salvador (8,32) e João Pessoa (6,49).

O estudo conclui que houve crescimento no número de homicídios de adolescentes de 12 a 18 anos de idade, e apresenta um ranking das cidades brasileiras com mais de 200 mil habitantes onde este índice se encontra mais elevado. Entre as regiões, o Nordeste lidera o ranking com 5,95 e um número esperado de assassinatos de adolescentes, entre 2013 e 2019 de 16.180. Em seguida, vêm a Região Centro-Oeste, com IHA de 3,74 e 3.373 homicídios esperados; Região Norte, com 3,52 e 3.908 e a Região Sudeste, que embora tenha um índice de 2,25, espera 14.323 assassinatos de adolescentes.
saiba mais

Alagoas é o estado com maior índice de assassinatos de adolescentes

O levantamento é uma iniciativa de Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Observatório de Favelas e Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

Índice melhorou

Em 2012, foi divulgado o IHA referente ao ano de 2010. O estudo apontava que o IHA para cada grupo de mil pessoas com idade de 12 até 19 anos foi de 2,61 em 2009, e subiu para 2,98 em 2010. Entre as capitais, Porto Velho ocupou o 17º lugar, com índice de 2,79. Entre os estados, Rondônia ocupou o 7º lugar, com índice de 3,87. Em relaçao à Região, o Norte ocupou o segundo lugar no ranking. (Clique aqui para ver IHA de 2009 a 2010)

Ísis Capistrano
Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br