Nota de Esclarecimento sobre denúncias contra o Assessor da Prefeitura de Cacoal

Enviar no WhatsApp
Denúncias contra assessor são esclarecidas

As redes sociais nunca foram tão usadas como ferramenta do jogo político como nos últimos anos.  No Facebook , palco principal  desse verdadeiro ring, proliferam movimentos, manifestações e até mesmo denúncias, muitas vezes sem qualquer compromisso com a veracidade , prejudicando diversas vezes pessoas idôneas.


Foi o que aconteceu com o professor de Filosofia e assessor da Prefeitura de Cacoal Marcos Siqueira, vítima dessa onda. As denúncias contra Marcos Siqueira vieram à tona depois que um perfil do Facebook intitulado Tiago Cacoal, informou que o assessor do prefeito seria investigado pela Polícia Federal e Ministério Público Federal por solicitação da CONAB devido um relatório que supostamente apontaria diversas irregularidades na aquisição da merenda escolar.

Segundo Anderson Conceição Gomes, superintendente da CONAB, órgão citado na denúncia, nunca existiu qualquer irregularidade. “Produzimos esse relatório de forma rotineira, e nesse caso específico não foram apontados nenhum indício de desvio, não há nada que comprometa o processo”,informou.
Para demonstrar a transparência de todo o processo e para provar que a referida denúncia trata-se de calúnia, o assessor  na época registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil para que os órgãos competentes tomassem as devidas providências.  

Um ano após o ocorrido e mais uma vez citado pela página, Marcos foi ouvido pela Policia que instaurou inquérito e deu início as investigações. “Nenhum esforço na época pelo Ministério Público, pela Polícia Federal ou até mesmo pelo CONAB foram produzidas porque não existiam essas provas. Não haveria como provar, porque esse fato não ocorreu”, sustentou Marcos, explicando que nunca houve a paralisação no fornecimento da alimentação escolar como a pagina informava.

Marcos Siqueira coordena o Programa de Aquisição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome em Cacoal, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede pública e filantrópica de ensino. O relatório citado na denúncia da pagina trata-se de um trâmite recorrente no processo para o acompanhamento dos órgãos fiscalizadores da verba destinada para compra dos alimentos. Aproximadamente 100 produtores participam do projeto em Cacoal, fornecendo 21 tipos de alimentos utilizados na preparação da merendar escolar, que recebeu em 2013 o Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar da organização não governamental “Ação Fome Zero.

“E irresponsável brincar com o nome de pessoas trabalhadoras e que tem toda uma história de contribuição com o município de Cacoal. Eu e minha família sofremos com essas mentiras, mesmo recebendo o apoio das pessoas que nos conhecem e sabem que isso tudo é falso. Quero que a justiça faça seu papel e investigue agora os responsáveis por essa injustiça”, declarou Marcos.

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br