Pedidos de exames são engavetados desde 2009 na Secretaria de Saúde de Cacoal

Enviar no WhatsApp
O Conselho Municipal de Saúde está realizando uma força-tarefa no setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde a fim de desafogar o trâmite de vários processos a tempos estagnados.


De acordo com a presidente do CMS, Edna Mota, este trabalho se fez necessário devido o excesso de processos do SUS que necessitam atenção. “Vemos aqui muitos processos parados e pedidos de exames que desde 2009 não é dado o devido encaminhamento. Existe todo um processo que é necessário ser feito para o bom andamento da saúde. Temos aqui uma imensidão de documentos e relatórios que precisam ser organizados. Quantos pacientes ficaram sem o devido acompanhamento por causa do estrangulamento dentro da regulação?”, questiona Edna.


Em meio aos inúmeros pedidos um fato chamou a atenção do conselho. Foi encontrado uma caixa com um grande número de tomografias e outros exames caros feitos pelo Sistema Único de Saúde e que, aparentemente, os pacientes não buscaram os resultados ou, por algum motivo, não foram entregues aos interessados. “Não temos um número final pois ainda estamos no começo. Mas baseamos que só aqui tem cerca de R$1 Milhão em aplicados em exames para a população e que, por algum motivo, não vieram buscar os resultados”, comenta Edna ao mostrar as caixas cheias com as tomografias.


O Estado também colabora com este trabalho. De acordo com Marcela Miranda Sanches, enfermeira da rede estadual, este trabalho é importante para o bom andamento dos processos e ao atendimento do usuário do SUS. “É importante ter estes dados lançados no sistema e para o bom resultado dos procedimentos que a população vem buscar na saúde pública. Vemos aqui processos parados desde 2009 e isso é preocupante. Não sabemos como estão estas pessoas e se ainda precisam de ajuda. Só sabemos que após organizarmos o setor de regulação teremos uma dimensão melhor sobre estes processos atrasados ou desatualizados”, comentou Marcela.

De acordo com o CMS eles tem o prazo de trinta dias para concluir o trabalho de organização do setor.

Fonte: Marcelo Nery

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br