Produtor investe em tecnologia e melhora qualidade do leite em Cacoal

Enviar no WhatsApp
Dentre as medidas tomadas está adoção do sistema rotativo de pasto. Em Cacoal são produzidos cerca de 3 milhões de litros de leite, diz Emater.

Após 20 anos trabalhando com produção de leite, um agricultor do município de Cacoal (RO), distante cerca de 480 quilômetros de Porto Velho, decidiu investir na tecnologia como forma de ampliar seus rendimentos. Dentre as medidas tomadas por Elianderson Nogueira Barbosa para garantir uma boa qualidade do produto, ele adotou do sistema rotativo de pasto.

Produtor investiu em tecnologia para melhorar qualidade de produto (Foto: Rogério Aderbal/G1)

Conforme Barbosa, há três anos ele trocou uma propriedade de pouco mais de 100 hectares na região de Rolim de Moura por uma de 10 hectares na Linha 5 em Cacoal. "Visto de fora não parece ser um bom negócio, porém, na antiga propriedade, produzia por dia cerca de 400 litros com um rebanho de pouco mais de 100 vacas. Agora, em um espaço de dois hectares, consigo produzir em torno de 320 litros por dia com 21 vacas", conta.

Elianderson também fabrica a própria ração para o rebanho (Foto: Rogério Aderbal/G1)Para garantir uma boa produção, o agricultor precisou mudar muita coisa no manejo do rebanho. Dentre as medidas tomadas está a adoção do sistema rotativo de pasto com 24 piquetes. "Pelo sistema rotativo nunca falta capim para o rebanho. Pois, o pasto é todo dividido em piquetes, evitando assim que o gado fique comendo em uma só área", explica.

Mesmo com o sistema rotativo, a alimentação das vacas precisa ser complementada com ração. Pensando na diminuição dos custos e no melhoramento da nutrição do rebanho, ele investiu em uma máquina para produzir a própria ração, a base de milho, soja e mineral.  "Sempre quis saber de fato qual o tipo de ração era oferecida ao meu rebanho. Por isso, comprei essa máquina", esclarece.

Propriedade produz cerca de 320 litros de leite por dia (Foto: Rogério Aderbal/G1)O leite produzido na propriedade é consumido em escolas da rede estadual e municipal. Devido à boa qualidade do produto, o litro é vendido por pelo menos 12 centavos a mais que a média comercial. "Graças a Deus, os resultados começam a aparecer. Não é grande coisa, mas já dá de manter o sustento da família só com a renda da produção do leite. Isso me deixa feliz", revela o produtor.

O produtor garante que novos investimentos serão realizados em breve na propriedade. "Até o fim do ano, quero estar com 35 vacas e produzir cerca de 600 litros de leite por dia", afirma Elianderson.
Segundo dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), no município são produzidos por mês cerca de três milhões de litros de leite. Ainda de acordo com o órgão, a produção de leite é atualmente umas das principais atividades agrícolas em Cacoal. A maior parte da produção é feita em pequenas propriedades como a de Elianderson. O investimento em tecnologia tem aumentado a produção e a qualidade do leite na região.

Rogério Aderbal
Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br