Está confirmado - Cesar Cassol renúncia à prefeitura de Rolim de Moura

Enviar no WhatsApp
Renuncia

Está confirmada a renúncia de Cesar Cassol à prefeitura de Rolim de Moura. Como a Clube Cidade havia anunciado em primeira mão no boletim anterior, o agora ex-prefeito de Rolim deixa o cargo sem dar explicações claras sobre o fato, mas lamentou a falta de apoio do próprio irmão, senador Ivo Cassol, para o envio de recursos ao município, de promessas não cumpridas por parte do governador Confúcio Moura e também ao descrédito político dado pela população sobre seu trabalho.


Renuncia II

E ainda sobre esse fato, como a Clube também já tinha antecipado, o empresário Luizão do Trento, também do PSDB, vai assumir a prefeitura e renovar o secretariado. Agora a tarde praticamente todos os secretários de Cesar Cassol já apresentaram carta renúncia de suas funções. Os novos nomes do secretariado devem ser anunciados já amanhã, após a posse do novo prefeito de Rolim de Moura.

Renuncia III

A renúncia de Cesar Cassol já vinha sendo especulada há tempos em todo estado em razão, principalmente, das dificuldades que estava enfrentando para administrar, ao abandono de suas empresas e, sobretudo, pela personalidade instável do empresário. Antes da renúncia, foi especulado até mesmo que Luizão do Trento não estaria disposto a assumir a prefeitura, mas isso foi desmentido pelo próprio Luizão, que chega à prefeitura após várias derrotas nas urnas para chegar ao cargo máximo rolimourense.  (Roni Viana) 

Vídeo polêmico onde Cesar Cassol "detona" irmão Ivo Cassol durante discurso

On line

E em Cacoal a Arca, entidade que organiza a Expoac, está vendendo os passaportes para a feira agrícola on line. A iniciativa tem o objetivo de facilitar a compra dos passaportes, principalmente por pessoas que moram em outras cidades. A compra pode ser feita no site www.expoac.com.br, com pagamento por meio do pag seguro do UOL. (Roni Viana)

Propina

A empreiteira Odebrecht pagava propina ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa a cada dois ou três meses, conforme ele mesmo disse no depoimento de delação premiada. Costa relatou também que os pagamentos permaneceram mesmo após sair do cargo, como forma de acertar valores de contratos firmados anteriormente.


A Odebrecht, ao lado da Andrade Gutierrez, foi alvo da 14ª fase da Operação Lava Jato. Esta fase da operação, chamada de 'Erga Omnes', investiga crimes como formação de cartel, fraude a licitações, corrupção, desvio de verbas públicas, lavagem de dinheiro. (G1) 

Em 2014 o então Senador Ivo Cassol rebateu criticas do Prefeito e irmão César Cassol

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br