Confira os locais para cadastro de doação de medula óssea em Rondônia

Enviar no WhatsApp
Procura para cadastramento no estado é baixa, segundo Fhemeron. Pessoas entre 18 e 54 anos podem se cadastrar para doar medula.

Com sete pontos de cadastramento para Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome) em Rondônia, a procura para doações ainda baixa, segundo a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron). No estado são cerca de 17 mil doadores cadastrados. Há pontos de coleta em Porto Velho, Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Rolim de Moura e Vilhena.


De acordo com a responsável pelo setor de doações de medula da Fhemeron, Dimarães da Silva, o número de cadastrados ainda é baixo em relação à população do estado.

"No primeiro semestre de 2015, cerca de 2.000 pessoas já realizaram doações. Os dados sanguíneos foram semelhantes a de pacientes de outras regiões do país e os voluntários foram com um acompanhante para outro estado, onde há um centro transportador, retirar parte da medula, com tudo custeado pelo SUS", diz Dimarães.


Na Região Norte não há nenhum centro transportador. Caso encontre alguém compatível, o voluntário é levado para realizar a doação no estado mais próximo do paciente que tenha centro transportador.

Cadastro 

Para se cadastrar no Redome é necessário ter idade entre 18 e 54 anos. São retirados 5 ml de sangue para fazer o teste de antígeno leucocitário humano (HLA). Os dados encontrados são postos em um sistema virtual que buscará encontrar um paciente que possua características genéticas semelhantes.


As chances de se encontrar alguém semelhante é de 25%, se for entre irmãos; e de 5% entre primos. Pelo Redome a chance é de 1 em 100.000 pessoas na mesma região. Se for encontrado alguém compatível, você então é convidado a realizar a doação.

A medula pode ser retirada de três formas: pelo cordão umbilical, por aférese (coleta por via periférica, que se assemelha a uma doação de sangue sem anestesia) e punção no osso da bacia.
São retirados apenas 10% da medula, e dentro de uma semana as células são recompostas pelo organismo. O risco é quase nulo e a doação pode ser feita independente do peso, tipo sanguíneo, uso de remédios controlados ou de hipertensão, hepatite e diabetes.

Confira abaixo locais de doação em Rondônia:

Porto Velho
Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron)
Rua Benedito de Souza Brito, c/ n°, Setor Industrial
(69) 3216-2234

Ariquemes
Unidade de Coleta e Transfusão
Rua Cassiterita, 3613, Centro
(69) 3535-2659

Ji-Paraná
Unidade de Coleta e Transfusão
Rua Vilagran Cabrita, 1440, Centro
(69) 3421-1615

Guajará-Mirim
Unidade de Coleta e Transfusão
Rua XV de Novembro, 1299, Centro
(69) 3541-6073

Rolim de Moura
Unidade de Coleta e Transfusão
Rua Cuiabá, 5424, bairro Planaltp (ao lado do hospital municipal)
(69) 3442-1328

Cacoal
Unidade de Coleta e Transfusão
Avenida Malaquita, c/n°, bairro Josino Brito (ao lado do hospital regional)
(69) 3441-0823

Vilhena
Hemocentro Regional
Avenida Jô Sato, 504, bairro Nova Vilhena
(69) 3322-2400

Mary Porfiro
Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br