Fazenda atacada pelo MST tem todos os animais mortos barbaramente

Enviar no WhatsApp
A Polícia investiga invasão à fazenda Cedro, em Marabá Propriedade rural deve ser periciada na tarde desta quarta-feira, 21. Polícia suspeita que depredação tenha sido feita por integrantes do MST. 



Abaixo seguem as fotos e o texto da postagem:
"Boa noite pessoal essas fotos foram tiradas na fazenda cedro que fica na região de Marabá que foi invadida pelo movimento MST todos animais abatidos que totalizaram 20 animais são animais de alto valor genético, todas as vacas estavam com prenhez confirmada, um verdadeiro massacre e agora eu gostaria de saber cadê as autoridades será que vão tomar alguma atitude ou o PT vai abafar tudo com sempre, compartilhem ao máximo possível até chegar em alguém que possa fazer alguma coisa."

Segundo a polícia, a suspeita é que integrantes do Movimento Sem Terra (MST) tenham entrado na propriedade, depredado as casas e provocado a morte de bois que vivem na fazenda. Os responsáveis pela área foram à delegacia especializada registrar um boletim de ocorrência e o clima permanece tenso no local desde a última terça-feira (20). O G1 tenta contato com representantes do Movimento no município.



Os responsáveis pela área foram à delegacia especializada registrar um boletim de ocorrência e o clima permanece tenso no local desde a última terça-feira (20). O G1 tenta contato com representantes do Movimento no município. Ainda de acordo com a polícia, essa não foi a primeira vez em que a propriedade rural foi invadida. Em março deste ano, integrantes do MST aceitaram assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no Ministério Público assegurando que não voltariam a entrar na fazenda Cedro.


A Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá investiga a invasão à fazenda Cedro, considerada uma das maiores do sudeste paraense. Na tarde desta quarta-feira (21), a polícia deve realizar uma perícia na propriedade para calcular os prejuízos causados pelos invasores. saiba mais MP propõe acordo entre MST e grupo agropecuário para evitar conflito no PA Funcionários de fazenda invadida prestam depoimento em Marabá, PA Grupo armado invade fazenda e faz reféns, no PA Segundo a polícia, a suspeita é que integrantes do Movimento Sem Terra (MST) tenham entrado na propriedade, depredado as casas e provocado a morte de bois que vivem na fazenda. 



Do G1 PA 
Imagens: Cacoal NEWS



    Comentar
    Comentar

8 Comentários:

  1. Este movimento são de bandidos escondidos a traz do povo simples que não sabem diferenciar o certo do errado, por culpa de quem ordena, partidos políticos etc... Vamos banir este movimento da face da terra...

    ResponderExcluir
  2. O pior é que todos sabem, inclusive autoridades e não tomam providências

    ResponderExcluir
  3. O pior é que todos sabem, inclusive autoridades e não tomam providências

    ResponderExcluir
  4. Essas fotos parecem exatamente umas vi na TV, daquele nalfragio!

    ResponderExcluir
  5. Se verdadeiro, merece ser investigado.mas se for armação, merece TB ser .

    ResponderExcluir
  6. PARABÉNS PM (Paraná)!MESMO EMBOSCADOS DERAM UM SHOW DOMINANDO A FACÇÃO CRIMINOSA MST!

    https://www.youtube.com/watch?v=_jA2z3FW4Lc&feature=youtu.be

    ResponderExcluir

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br