Emissora de TV de Cacoal é destruída por incêndio

Enviar no WhatsApp
Perícia ainda não soube precisar o motivo do fogo.Local já havia sido notificado pela falta de equipamentos de prevenção.

Um incêndio de grandes proporções destruiu completamente o local onde funcionava uma emissora de televisão em Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho. O fogo começou por volta das 2h de quarta-feira (18), e os bombeiros demoraram quase 3h para conterem as chamas. O local já havia recebido duas notificações do Corpo de Bombeiros pela falta de equipamentos de prevenção contra fogo. A perícia ainda não soube precisar o motivo do incêndio. Não havia ninguém no local no momento do ocorrido.

Bombeiros ainda não sabem a causa do incêndio (Foto: Magda Oliveira/G1)

De acordo com o 1º tenente bombeiro militar Avelino Menezes de Carvalho, em sete minutos a viatura já estava no local. Para conter as chamas foram necessários dois caminhões de combate a incêndio e mais um caminhão pipa do órgão público. Foram utilizados 15 mil litros de água.

"O proprietário foi notificado duas vezes pela falta da instalação de equipamentos de prevenção contra incêndio. Se tivessem feito o que foi solicitado, com certeza o sinistro teria sido minimizado, pois um detector de fumaça, por exemplo, poderia ter dado sinais de que algo estava errado e a solicitação da presença dos bombeiros teria sido mais rápida", destacou Carvalho.

O perito criminal Luiz Gonzaga esteve no local durante a madrugada e retornou logo pela manhã. Ele disse que foi realizado um trabalho minucioso na parte interna e externa do prédio, e toda a edificação foi danificada.

"O incêndio destruiu todo o equipamento que havia nesse prédio. Já foi realizada uma vistoria, porém achei necessário acionar outros peritos da área de engenharia civil e elétrica. Somente esses peritos poderão dizer com maior precisão se a causa do incêndio foi criminosa ou não", destacou Gonzaga.

Foram destruídos no local, equipamentos operacionais e de transmissão, motocicleta, mobília, tudo que havia dentro do prédio foi queimado. Pelo menos uma das estruturas em anexo ao prédio teve as paredes superaquecidas, o que causou rachaduras.

O laudo da perícia com as causas exatas do fogo deve ficar pronto nos próximos 30 dias. O sinal da TV está fora do ar, sem data prevista de restabelecimento.

Magda Oliveira
Do G1 Cacoal e Zona da Mata

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br