Adolescente indígena que matou colega a pauladas é apreendido

Enviar no WhatsApp
Crime aconteceu no último dia 15 na zona rural de Guajará-Mirim, RO. Menor confessou crime e foi detido pelo Sevic, na sede regional da Funai.

O adolescente indígena de 15 anos, que confessou ter matado a pauladas um índio da mesma idade, foi apreendido na sexta-feira (22) por agentes do Serviço de Investigação e Captura da Polícia Civil (Sevic) em Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho. O crime ocorreu na zona rural no último dia 15, numa estrada que dá acesso a Aldeia Ricardo Franco, localizada na Reserva Indígena de Sagarana, no Rio Guaporé.

Menor apreendido foi transferido para Porto Velho nesta segunda-feira (25) (Foto: Júnior Freitas/G1)

De acordo com a Polícia Civil, após matar a vítima, o menor infrator escondeu o corpo em um matagal e voltou para a aldeia onde mora. No dia 16, um dia depois do crime, moradores encontraram o cadáver e chamaram a Polícia Militar (PM). Com informações de testemunhas, a PM localizou o suposto infrator na Aldeia Ricardo Franco.

Em depoimento na 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil no último dia 17, o menor confessou o homicídio e deu detalhes de como o crime aconteceu. Depois de prestar depoimento, o adolescente foi liberado e o caso transferido para a Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (DECA). Uma semana após o crime, o menor teve a apreensão decretada pela Justiça e foi detido na sede regional da Fundação Nacional do Índio (Funai), situada no Bairro Centro, às margens do Rio Mamoré.

Pedaço de madeira usado para a prática do crime, segundo Perícia Criminal (Foto: Perícia Técnica Criminal / Divulgação)O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo Juiz Paulo José do Nascimento Fabrício, do Juizado da Infância e da Juventude. Depois de apreendido, ele ficou sábado (23) e domingo (24) no Centro Socioeducativo do município, no Bairro Santa Luzia. Na manhã desta segunda-feira (25), o adolescente, que vai responder por homicídio, foi transferido para Porto Velho, por volta das 10h30. Ele vai ficar por 45 dias em um Centro Socioeducativo provisório, aguardando a decisão da Justiça.

Um índio de 15 anos foi morto a pauladas na tarde do último dia 15. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é um adolescente indígena, também de 15 anos, que confessou o homicídio durante depoimento na manhã do dia 17. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima e o suspeito são da Aldeia Ricardo Franco, localizada na Reserva Indígena de Sagarana, no Rio Guaporé. Testemunhas informaram à PM que o corpo foi encontrado escondido em um matagal, na estrada que dá acesso à aldeia.

A vítima foi reconhecida pelos familiares e identificada como Paulo Ricardo Ajurú. Após a perícia, o corpo foi liberado para necropsia e em seguida entregue para a família.

Júnior Freitas
Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br