Facções do PCC e CV gravam punição a criminosos com tiros, socos e pauladas

Enviar no WhatsApp
Após desobedecerem a ordem de não roubar, assaltantes são punidos com pauladas, socos e até tiro em uma das mãos

Cometer crimes em algumas regiões de Fortaleza tem se tornado uma verdadeira prova de coragem. Contudo, engana-se quem pensa que o receio de fazer tal prática se dê ao medo de ser preso. Na verdade, há alguns meses, supostos integrantes da facção criminosa Comando Vermelho estão “punindo” quem assalta moradores de algumas comunidades da capital cearense.


Assim como noticiado pelo Tribuna do Ceará há duas semanas, em que um assaltante foi punido com um tiro na perna, outros vídeos surgiram na internet. Diariamente a produção do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro / SBT, recebe em média três vídeos.


Em alguns selecionados, a história se repete. Assim como no anterior, os supostos integrantes da facção punem os outros homens suspeitos de roubarem na região.

No primeiro selecionado pelo Tribuna, um suposto assaltante põe suas mãos sobre um muro e os outros homens tacam uma barra de madeira sobre suas mãos. Durante o vídeo, um dos homens pergunta: “É para tá roubando nas áreas?”, e o suposto assaltante responde com sinal de negativo e afirma que só roubou porque “não sabia que a área era do Comando (Vermelho)”.

Em outro vídeo selecionado pelo Tribuna do Ceará, o suposto assaltante ainda grava uma mensagem por ordem dos integrantes. “Ao Comando Vermelho, a FDN e o PCC, eu peço desculpas porque eu roubei cidadão no Genibaú [bairro de Fortaleza]. Então, eu peço desculpas ao Comando Vermelho, ao PCC, Família do Norte, mente criminosa e guardiões do Estado. Eu não estava sabendo desse salve e agradeço a essas famílias pela oportunidade”, repetiu outro suposto assaltante.

No último vídeo, os homens fazem outro suposto assaltante responder os mesmos agradecimentos. Entretanto, como forma de punição, o homem é atingido na mão com um tiro.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para obter a informação da presença dessas facções no Estado. Entretanto, até a publicação desta matéria, a pasta não retornou.

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br