Fórum orienta população para notificar acidentes de trabalho em Cacoal

Enviar no WhatsApp
Objetivo é implantar medidas de prevenção a partir dos registros em Cacoal. Mais de 1,6 mil acidentes foram notificados em 2015.

Em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, mais de 1,6 mil acidentes de trabalho foram notificados, em 2015, pelo Centro Regional em Saúde do Trabalhador do município (Cerest). Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de notificar os acidentes de trabalho, o órgão realizou o 1º Fórum Regional de Saúde do Trabalhador na última terça-feira (12). Medidas de prevenção e registro das ocorrências foram temas discutidos. O encontro foi aberto a funcionários de empresas públicas e privadas, além de profissionais autônomos.

No encontro, foi ressaltado que os próprios funcionários precisam fazer uso de ferramentas de segurança disponíveis (Foto: Rogério Aderbal/G1)

Segundo o Cerest, os acidentes mais comuns são os que ocorrem durante o percurso de casa para o trabalho e vice-versa, além de quedas e cortes por objetos. A diretora do órgão, Selma Correia, diz que quando as pessoas informam os acidentes ocorridos é possível implantar medidas de prevenção para que não se repita novamente.

"Toda vez que o trabalhador se machuca durante o trabalho, ele precisa informar ao Cerest, para que o órgão tome as medidas que cada caso requer. Caso ele não faça isso, o hospital ou a unidade de saúde onde recebeu atendimento terá que fazer essa notificação", disse.

Em 2015, o Cerest registrou mais de 1,6 mil acidentes de trabalho na regional, que atende Cacoal e mais 15 municípios. Neste ano, mais de 200 casos já foram notificados. Porém, o número deve ser bem maior, segundo a diretora.

No encontro foi ressaltado que, além das empresas terem a obrigação de oferecer um ambiente saudável para seus integrantes, os próprios funcionários precisam fazer uso de ferramentas disponíveis de segurança. "Apesar do alto indíce de acidente, sabemos que hoje o ambiente de trabalho está mais seguro, mas ainda existe uma grande resistência dos trabalhadores em seguir as normas e fazer uso dos equipamentos de segurança", alertou a coordenadora em Vigilância em Saúde do município, Ivani Grooman.

Rogério Aderbal
Do G1 Cacoal e Zona da Mata

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br