Homem esfaqueia a esposa e é morto pela polícia ao resistir à prisão

Enviar no WhatsApp
Marido e mulher foram socorridos, mas morreram no hospital. Casal deixou três filhos pequenos, com idades entre 5 e 10 anos.

Uma mulher de 31 anos foi morta com facadas no pescoço pelo marido na manhã desta segunda-feira (18) em Rolim de Moura (RO), na região da Zona da Mata. O ex-marido de 38 anos reagiu à prisão e acabou sendo baleado pela Polícia Militar (PM). O casal chegou a ser socorrido, mas morreram no hospital.

Esposa foi morta com facadas no pescoço após discussão com o marido; ele acabou morto após resistir à prisção. (Foto: Rogério Aderbal/G1)

De acordo com o comandante da PM, Clodomar Rodrigues, após uma discussão na casa dos pais da vítima, o homem pegou uma faca e começou a perseguir a esposa, que correu para a rua. O agressor conseguiu alcançá-la, desferindo golpes no pescoço de sua companheira. Após cometer o crime, o homem voltou para a casa dos sogros, onde seus filhos estavam, e começou ameaçar todos na residência.

"Quando a guarnição chegou ao local do crime encontrou a mulher caída com golpes profundos no pescoço e populares informaram que o marido tinha retornado para a casa dos sogros. Chegando à residência, os policiais encontraram o suspeito forçando a porta da casa. Ao perceber a presença da polícia ele correu para os fundos da residência e começou ameaçá-los com uma faca", conta.

Ainda de acordo com o comandante, após as ameaças, os dois policiais que estavam atendendo a ocorrência deram voz de prisão ao homem que não obedeceu e continuou investindo contra a guarnição com uma faca e acabou baleado pela PM.

"Após a insistência do agressor em resistir à prisão, um dos policiais deu dois tiros de advertência no chão, mas ele não se intimidou e continuou resistindo. Então esse mesmo policial deu mais um tiro que pegou de raspão na perna do homem. Porém, ele não recuou e só foi contido com um disparo feito pelo outro PM que estava na ocorrência. O tiro acertou no braço e perfurou o tórax", relata.

Após atingir o suspeito, os próprios policiais o socorreram até o Hospital Municipal, onde acabou morrendo. A mulher do agressor foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e também morreu no pronto socorro. Ainda de acordo com a PM, o casal deixou três filhos pequenos, com idades entre 5 e 10 anos.

Rogério Aderbal
Do G1 Cacoal e Zona da Mata

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br