Justiça manda prender Policial Federal acusado de matar estudante

Enviar no WhatsApp
O juiz Fernando Nóbrega da Silva determinou a prisão do policial federal Victor Manoel Fernandes Campelo, 23 anos, acusado de ter disparado o tiro que matou o estudante Rafael Frota (26), na madrugada de sábado em boate em Rio Branco.

A prisão do policial aconteceu durante audiência de custódia, logo após Vitor Manoel receber alta do hospital, onde se recuperava de um ferimento causado também por um disparo de pistola. Tiroteio em boate de Rio Branco termina com estudante de odontologia assassinado e dois feridos
  

O outro homem ferido durante os tiros na casa noturna, identificado como Nelsiony Patrício de Araújo (32), também recebeu alta hospitalar.

De acordo com o Tribunal de Justiça, o suspeito alegou legítima defesa, argumento rejeitado pelo juiz, que decidiu pela prisão do policial federal. O corpo do estudante Rafael Frota, foi sepultado na tarde deste domingo (3), no cemitério Morada da Paz, sob forte clima de comoção.

Entenda o caso

O jovem Rafael Frota, 26 anos acadêmico de odontologia morreu depois de ser baleado durante um tiroteio ocorrido dentro da boate Set Clube, na Rua Marechal Deodoro, bairro Bosque, em Rio Branco, na madrugada deste sábado.

De acordo com um amigo da vítima que estava no local, o tiroteio começou de uma discussão entre dois homens. O rapaz contou que um deles sacou uma pistola e o outro envolvido na confusão partiu pra cima para tentar tomar a arma. Contou a testemunha que nesse momento foram efetuados pelo menos quatro disparos. Um deles acertou Rafael frota na barriga.

Ainda durante a confusão, o homem que havia sacado a arma foi atingido com um tiro na perna, e outro homem identificado pela alcunha de “Maceta”, acabou atingido duas vezes: uma na axila e outra na perna. “Foi muita correria, muito desespero. O cara sacou a arma e começou a atirar. O Rafael não tinha a nada a ver com a confusão, só estava no local errado na hora errada. Não consigo acreditar que ele morreu”, disse o amigo.

Rafael e os outros dois feridos foram levados para o PS de Rio Branco. O acadêmico de odontologia foi encaminhado para o centro cirúrgico, mas acabou falecendo quando era submetido a uma cirurgia de emergência.

Os responsáveis pela boate e outros envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Flagrantes, onde estão prestando depoimento. Acusado de atirar e matar jovem em boate seria Policial Federal

O homem que sacou a pistola e iniciou o tiroteio na boate SET CLUB, na madrugada desta sábado, que resultou na morte do jovem Rafael Frota, seria um policial federal. A informação foi repassada por amigos da vítima que estavam no local e que ouviram o acusado dizer que seria um integrante da PF.

Identificado apenas por “Adriano”, o policial é acusado de sacar uma pistola depois de uma discussão no interior da casa noturna e disparar várias vezes. Durante o tiroteio, o próprio policial e um outro homem envolvido na confusão, também foram atingidos por disparos. Os dois foram encaminhados ao Pronto Socorro da capital.

Fonte Rondônia Agora


Existe em Rondônia uma nova geração de clientes cada vez mais focada no uso dos celulares, tablets e smartphones, que passam 24 horas conectadas ao seu aparelho. Essa geração já corresponde a 87% da população. Que tal colocar o seu negócio ou serviço literalmente nas mãos dessas pessoas? Se isso parece ótimo pra você, imagine para o seu cliente, poder estar a um toque de distância do seu alcance! Converse conosco (69) 9366 7066 WhatsAppSaiba mais www.meuapp.dupessoa.com.br.
    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br