Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
69 9 9366 7066
WhatsApp
WhatsApp

10/08/2016

Estudante é morto a tiros de fuzil e tem cabeça amarrada em cerca com arame farpado

A cabeça foi fincada numa cerca e amarrada com arame farpado. O jovem foi morto a tiros de fuzil e pistola e decapitado pelos assassinos

Um crime marcado pela crueldade, com semelhantes características das execuções sumárias patrocinadas pelos terroristas do Estado Islâmico.  Este é o sentimento dos moradores de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza), depois de um assassinato registrado na manhã da última segunda-feira (1º) na zona rural daquele Município.


Era por volta de 6 horas, quando policiais do Destacamento da PM de São João do Jaguaribe foram acionados – via telefone -  por moradores da localidade de Sítio Veloso. A notícia dizia que um corpo humano, sem cabeça, havia sido encontrado por agricultores e apresentava muitos tiros. Logo, os PMs foram ao local e comprovaram a veracidade da denúncia.


O cadáver, decapitado, apresentava muitos tiros de fuzil e pistolas. Ao lado dele foi encontrado um carregador de pistola calibre 380. Também havia muitas cápsulas deflagradas de calibres 7.62 (fuzil), Ponto 40 e 380 ( de pistola). Sem a cabeça, não foi possível identificar a vítima da brutalidade.


Porém, cerca de meia hora depois, outra denúncia revelava que a cerca de 20 quilômetros dali uma cabeça humana havia sido encontrada pelos moradores. Também era verdade. Os assassinos fincaram a cabeça numa cerca e a amarraram com arame farpado.

Até o momento a Polícia sabe apenas que o jovem morto de forma tão cruel era um adolescente chamado Jardel. Nada mais, O mistério permanece. 

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL