Justiça de Rondônia condena Bradesco a indenizar funcionária em R$ 20 mil reais

Enviar no WhatsApp
Segundo judiciário, vítima realizava transporte de valores sem treinamento. Magistrado entendeu que mulher correu risco de assaltos e sequestros.

A Justiça do Trabalho condenou o Banco Bradesco a pagar uma indenização de R$ 20 mil para uma funcionária que realizava o transporte de valores no interior de Rondônia. A ação foi ingressada na 2º Vara do Trabalho de Ji-Paraná (RO). Segundo o judiciário, a vítima não foi treinada para o cargo e realizava o transporte de numerário para o abastecimento dos postos de atendimento em Costa Marques (RO), Seringueiras (RO), São Francisco do Guaporé (RO) e São Miguel do Guaporé (RO).

Resultado de imagem para agencia bradesco

Para a Justiça, a trabalhadora afirmou que não teria recebido nenhum tipo de treinamento para o transporte de valores e, por isto, teve receio de sofrer assaltos ou sequestro, devido ao grande valor de dinheiro que ela precisava transportar.

O judiciário entendeu que forma como era desenvolvida a atividade e o porte de valores, a empregada corria risco de violência, gerando no trabalhador "sentimentos de angústia e ansiedade" que justificam a indenização por danos morais. A sentença foi preferida em R$ 20 mil.

O G1 entrou em contato com o Bradesco e foi informado que o assunto está sub judice, sendo assim a empresa não comenta casos judiciais. A decisão da Justiça do Trabalho cabe recurso.

Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br