Mãe é presa após queimar as mãos da filha por causa de R$ 4 reais em Buritis

Enviar no WhatsApp
A suspeita usou uma colher quente para causar os ferimentos na filha. Mulher confessou as agressões e acabou presa por tortura e maus tratos.

Uma mulher foi presa em flagrante na noite da última sexta-feira (19) após queimar as mãos da própria filha de seis anos em Buritis(RO), a 337 quilômetros de Porto Velho. Segundo a polícia, a suspeita alegou que desconfiava que a criança havia pego R$ 4 sem permissão e por isso, usou uma colher quente para castigar a menina. Em depoimento na delegacia, a mulher confessou ter cometido as agressões.


Agressões foram causadas por uma colher quente (Foto: Fernando Moreira/Buritis News/Reprodução)

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) descobriu o caso através de uma denúncia de vizinhos, que ouviram a criança gritando por socorro. Na ocasião, ela pedia para que a mãe não queimasse mais suas mãos.

Os policiais foram até a residência e ao chegarem ao local, a mulher, que demonstrava comportamento agressivo, disse aos militares que queimou as mãos da menina, porque desconfiava que a criança teria pegado R$ 4 sem autorização.

Para a polícia, a mulher contou que ao perceber o sumiço do dinheiro, chamou a filha para conversar, mas a criança negou ter pego a quantia. Não convencida, a mãe foi até a cozinha da casa, pegou uma colher de metal, aqueceu no fogão e, em seguida, segurou a filha e pressionou a colher quente contra as suas duas mãos.

Ainda de acordo com a PM, a criança confirmou as agressões e pediu para não ser deixada com a mãe. Aos policiais, a menina disse que foi ameaçada, a mãe teria dito que caso a polícia ou o Conselho Tutelar fosse até a residência, iria bater e até matar a filha.

Diante do relato da criança, a mulher recebeu voz de prisão. Na presença dos militares, a suspeita ainda agarrou a filha pelos braços e deu um chacoalhão. A criança teve queimaduras graves nas mãos e vários hematomas pelo corpo e foi levada para o Hospital Regional do munícipio.

Ao G1, o delegado de Polícia Civil Lucas Torres disse que a suspeita foi presa em flagrante por agredir a própria filha. Ela foi ouvida na Delegacia de Buritis e confirmou as agressões. Após prestar depoimento, a suspeita foi levada para o presídio do município e continua presa. Ela vai responder pelo crime de tortura e maus tratos. A menina e mais dois irmãos menores foram levados para um abrigo.

Ana Claudia Ferreira
Do G1 Ariquemes e Vale do Jamari

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br