Foto de Dilma, Aécio, Eduardo Cardoso e Lewandowski confraternizando causa revolta

Enviar no WhatsApp
Em meio ao clima tenso e à série de embates promovidos pelo longo depoimento que durou basicamente toda a segunda-feira, a presidente afastada Dilma Rousseff teve alguns momentos de descontração durante a sessão de julgamento do seu impeachment, no Senado.



Um deles, bastante inusitado, chamou a atenção de muitos que vêm acompanhando a maratona política. Principalmente nas redes sociais, claro. Tudo por conta do flagrante que mostra Dilma acompanhada de Aécio, ele com um sorriso largo estampado no rosto, em conversa com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, e com o seu advogado de defesa, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo




Votação fica para quarta-feira


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, disse na retomada da sessão de julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff que pretende encerrar a etapa dos debates orais nesta terça-feira, ou entrando na madrugada de quarta se necessário, mas que a votação final deve ocorrer na manhã de quarta-feira.

Riso solto em intervalo da sessão de julgamento do impeachment de Dilma Rousseff, no Senado.

"Amanhã, na primeira hora possível, nós iniciaremos o julgamento. Eu farei o relatório, depois teremos o encaminhamento e finalmente a votação. Portanto, as nossas previsões, salvo alguma alteração substancial, indicam que o julgamento se processará a partir de quarta-feira de manhã", disse Lewandowski.

Extra Globo

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br