Primeiro dia de greve fecha 70% das agências bancárias de Rondônia

Enviar no WhatsApp
Em Rondônia, 92 das 130 agências fecharam as portas. Mobilização atingiu o país e bancos buscam negociação nesta sexta, 8.

O primeiro dia da greve nacional dos bancários, nesta terça-feira (6), atingiu 70% das agências dos bancos públicos e privados de Rondônia. Segundo  o Sindicato dos Bancários (SEEB-RO), 92 das 130 agências em todo o estado estão com os atendimentos suspensos. O manifesto segue na quinta-feira (8).

Resultado de imagem para greve bancario ro

A adesão massiva, comemorada pelos dirigentes sindicais, foi superior ao 1° dia de greve de 2015. No final da tarde desse primeiro dia de greve, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) convocou as lideranças sindicais para nova rodada de negociações, que deve acontecer na sexta-feira (9), às 11h, em São Paulo.

Em Porto Velho, segundo o SEEB a adesão foi a maior do estado, com quase todas as agências fechadas. Os trabalhadores exigem reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, combate às metas abusivas, ao assédio moral e sexual, fim da terceirização, mais segurança, melhores condições de trabalho.

Resultado de imagem para greve bancario ro

A defesa do emprego também é requerida, assim como a proteção das empresas públicas e dos direitos da classe trabalhadora.

A pauta de reivindicações, aprovada pela 18ª Conferência Nacional dos Bancários, foi entregue à Fenaban no dia 9 de agosto e, desde então, aconteceram cinco mesas de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban.

No último dia 29 de agosto, os bancos negaram todas as reivindicações sociais e, nas cláusulas econômicas, ofereceram índice de 6,5% de reajuste (2,80% a menos que a inflação do período) e abono de R$ 3.000 que é pago apenas uma vez e não incide nas férias, 13º salário, FGTS, vales, auxílios e previdência. Em resposta, os bancários de todo o país, por meio de assembleias gerais realizadas na última quinta-feira, rejeitaram a proposta apresentada pela Fenaban e decidiram cruzar os braços por tempo indeterminado.

Rondinele Gonzalez SEEB
Do G1 RO

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br