Favoritos a vereador, candidato fujão e disputa pela Prefeitura de Cacoal se torna uma montanha russa

Enviar no WhatsApp
O debate entre os candidatos a prefeito de Cacoal, na TV Allamanda (SBT) teve momentos de tensão entre Adailton Antunes (Fúria) Ferreira (PRB) e Marco Aurélio Vasquez. Trocaram uma série de acusações que certamente veio favorecer os demais. Estão na disputa, além de Fúria e Vasques, a deputada estadual Glaucione Rodrigues (PMDB), José Costa (Psol), Dimas Giacomin Selvatici (PT) e Acelino Marcon (PDT). 



Quem acabou prejudicada na reta final da disputa, acabou sendo a deputada Glaucione, que após afirmar em vídeos que estaria disposta a qualquer debate, em sua última oportunidade, não se apresentou, não colocou suas propostas de governo nem deu satisfação ao público presente, que a aguardava no auditório da Unir de Cacoal, atitude considerada pela maioria covarde, e um tiro no pé da candidata. 

Posteriormente, a candidata lançou uma nota nas redes sociais, como justificativa para sua ausência, mas já era tarde demais, o estrago já estava feito, para a população, o descaso com o eleitor que a aguardava, pode somar votos importantes para seu candidato de oposição, assim como para os indecisos. Somando-se isso a péssima trajetória política familiar da candidata, mais uma vez, os concorrentes somam pontos contra sua reputação.

Assista na íntegra a reprise com o Debate Político realizado entre os Candidatos a Prefeitura de Cacoal, nas disputa das Eleições 2016 https://youtu.be/_l8JT0n4Ywk




As Eleições 2016 serão no próximo domingo, dia 2 de outubro. Registraram chapas os partidos, PMDB, PRB, PSOL, PT, PDT e DEM.


Seis candidatos concorrem ao cargo de prefeito nas eleições municipais deste ano em Cacoal (RO), a 370 quilômetros de Porto Velho. Dos seis candidatos que homologaram as candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia  (TRE-RO), cinco são homens e uma mulher.

Candidatos disputam votos do público no próximo dia 2 de outubro (Foto: Arte G1)

Os partidos que encabeçam as coligações registradas são Democratas (DEM), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Socialista e Liberdade (PSOL) e Partido dos Trabalhadores (PT).

Para ajudar os eleitores, o G1 e o Cacoal NEWS elaboraram uma reportagem para mostrar o perfil dos dois candidatos a prefeito. Leia abaixo, em ordem alfabética, a trajetória pessoal e política dos candidatos.

Adailton Furia

"A juventude precisa se levantar contra tudo isso que vem acontecendo no país e por isso coloquei meu nome à disposição".

Adailton Antunes Ferreira, de 29 anos, conhecido como "Furia", é solteiro e formado em Direito. Ele nasceu em Cacoal  e em 2008 se candidatou para vereador pelo município, mas não conseguiu se eleger. Em uma nova disputa, ele foi eleito ao cargo em 2012, onde está atualmente. Em 2014, Furia concorreu a uma vaga para deputado estadual em Rondônia, porém não foi eleito. É a primeira que ele concorre ao cargo para prefeito.

Na disputa pela prefeitura, Furia representa o Partido Republicano Brasileiro (PRB),  que representa a coligação " Unidos pelo novo com a força do povo", composta pelos partidos PRB , Partido Popular Socialista (PPS) e Partido da República (PR). O vice de Furia na chapa é o empresário Cássio Goes.


Dimas

"Decidi me candidatar, porque ainda acredito que é possível cuidar da coisa pública com honestidade e transparência".

Dimas Giacomin Selvatici, de 53 anos, é empresário do setor do comércio, casado e mora em Cacoal há mais de 30 anos. A única vez que se candidatou a um cargo público foi em 1988, quando concorreu para vereador, mas não foi eleito.

Na disputa pela prefeitura, Dimas representa o Partido dos Trabalhadores (PT), através da coligação "Cacoal melhor para todos", composta pelos partidos PT e Partido Republicano Progressista (PRP).  O vice de Dimas na chapa é o professor Lúcio Batista de Paula.



Dr. José Costa

"Há quase 30 anos acompanho a vida política de Cacoal, porém nunca me candidatei. Este ano, como o partido não tinha nenhum nome interessado em disputar o cargo, decidi que estava na hora de entrar na disputa também em busca de uma cidade melhor para todos".

José Costa tem 52 anos e se candidata pela primeira vez a um cargo público. O candidato mora em Cacoal há 28 anos. Casado, atualmente ele atua como advogado. Na disputa pela prefeitura,José Costa representa o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O partido não fez coligação. O vice dele será a estudante universitária Marcela Inácio da Silva.



Glaucione

"Queremos fazer uma administração diferenciada, que marcará  a história de Cacoal"Glaucione Maria Rodrigues Neri, de 48 anos, é natural da cidade de Baixo do Guandú (ES) e concorre pela terceira vez ao cargo de prefeita. Casada com o ex-deputado estadual Daniel Neri, Glaucione já foi vereadora e secretária de saúde em Cacoal e está no segundo mandato de deputada estadual.



Na disputa pela prefeitura, Glaucione representa o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), que representa a coligação "Cacoal somos todos nós”, composta pelo PMDB, Partido da Social Democracia Brasileira (PSDC), Partido Trabalhista Nacional (PTN), Partido Humanista da Solidariedade (PHS), Partido Progressista (PP), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido Verde (PV), Solidariedade (SD), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido Ecológico Nacional (PEN). O vice de Glaucione na chapa é o empresário Elcirone Deiró.


Marcon

"Como moro em Cacoal há mais de 30 anos e já acompanhei vários processos eleitorais, decidimos disputar este pleito eleitoral para modificar e dinamizar a administração municipal".

Acelino Luiz Marcon de 66 anos é empresário do setor do comércio. Nasceu no estado de Santa Catarina, é casado e atualmente ele é o vice-prefeito de Cacoal.  Também já exerceu os cargos de vereador e deputado estadual, mas esta é a primeira vez que se candidata ao para prefeito.

Na disputa pela prefeitura, Marcon representa Partido Democrático Brasileiro (PDT), que representa a coligação "ação e determinação", composta pelos partidos PDT, Partido da Mobilização Nacional (PMN), Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Partido Social Liberal (PSL). O vice de Marcon é o empresário Ivan Lopes.


Vasques

"Não sou político, mas decidi sair porque acredito em Cacoal e juntos podemos alavancar o desenvolvimento da cidade e melhorar as condições de vida das pessoas".


Marco Aurélio Vasques é casado e nasceu em São Paulo (SP). Ele tem 49 anos de idade e 27 de serviço público. É a primeira vez que concorre a um cargo político. Vasques é cirurgião dentista, formado pela Universidade Federal de Uberlândia. Ele é também coronel da Polícia Militar do Estado de Rondônia. Já foi secretário municipal de saúde e nos últimos anos exerceu o cargo de diretor do Hospital Regional de Cacoal.

Na disputa pela prefeitura, Vasques representa o Democratas (DEM), que representa a coligação "Acreditamos em Cacoal” composta pelos partidos DEM, Partido Social Democrático (PSD) e Rede. O vice de Vaques na chapa é o vereador Rafael Evangelista.

Tópicos Adailton Furia, DEM, Dimas, Dr. José Costa, Glaucione, Marcon, PDT, PEN, PHS, PMDB, PMN, PP, PRB, PRP, PSB, PSD, PSDB, PSDC, PSL, PSOL, PT, PTB, PTN, PV, Rede, Solidariedade, Vasques

Rogério Aderbal
Do G1 Cacoal e Zona da Mata

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br