Triatleta de Rondônia fica entre 10 melhores do Brasil na Copa de Sprint Triathlon

Enviar no WhatsApp
Com o tempo de 1h11 minutos Helton Vieira completou a prova de natação de 750 metros, 20 km de bicicleta e 5km de corrida e garantiu vaga no mundial para 2017

A Copa Brasil de Sprint Triathlon foi realizada no último domingo, 16, em Vila Velha, ES, e teve a participação de seis atletas de Rondônia. Mesmo com a diferença nos fatores climáticos entre o norte e o sul do país, os atletas Alvino Ferreira, Daniela Paz, Helton Vieira e Mariana Maluf garantiram vaga para o Mundial, que acontecerá em 2017 em Rotterdam, na Holanda.


Triatleta de Rondônia fica entre 10 melhores do Brasil na Copa de Sprint Triathlon

Na competição no Espírito Santo foram disponibilizadas vagas no Mundial para os 10 melhores atletas de cada categoria. Com o tempo de 1h11minutos, Helton Vieira ficou na décima posição na categoria por idades e garantiu o espaço entre os melhores do país. 
Empolgado com o novo desafio, o triatleta conta que é preciso no mínimo seis meses de preparação física para realização da prova, pois requer muita força e agilidade.


Triatleta de Rondônia fica entre 10 melhores do Brasil na Copa de Sprint Triathlon

- A colocação final de cada atleta era a décima posição e com muito esforço consegui garantir minha vaga. É necessário fazer uma preparação de pelo menos seis meses antes da competição, para tentar mudar o máximo das fibras. A prova é de alta performance e de curta distância, ou seja, é de pura explosão – comenta Helton.

Helton destaca que o percurso não foi fácil de finalizar, no entanto, ao realizar a prova da natação, que é de 750 metros no mar agitado, teve que se esforçar muito mais.
- Tive que nadar até alto mar com a arrebentação muito forte e fez uma grande diferença, ainda mais para quem é de Rondônia. O segredo é não pensar e focar para terminar logo essa fase da prova. Tem que realmente atacar as ondas e atravessar o mais rápido possível, pois a verdade é que não temos as mesmas condições de quem tem o mar a disposição. A fase da água com certeza foi a mais difícil.  

Com dois treinamentos diários, Helton ambiciona a melhoria de seu tempo para as próximas provas.

- Faço parte de um grupo de atletas de triathlon e treinamos todos os dias da semana. A nossa rotina de treinos é de segunda a segunda. Nas segundas, quartas, sextas a gente corre e nas terças, quintas, sábados e domingos a gente pedala, e todos os dias a gente pratica a natação. São dois treinos diários e o ritmo tem que ser bem intenso. Muitas vezes pegamos os finais de semana para estender os treinos e fazer provas de longa distância, com cerca de 2h a 3h – diz Helton.   

Com a vaga do mundial garantida, Helton conta que a preocupação agora é conseguir apoio para competir.

- Vamos buscar apoio e patrocinadores para podermos participar do mundial que será na Holanda em meados do mês de setembro do ano que vem. Além da preparação física, a gente precisa de apoio com passagens, hospedagem e toda essa parte estrutural – explica.

Jheniffer Núbia, estagiária, sob a supervisão de Daniele Lira.

Por GloboEsporte.com
Porto Velho

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br