Veja tabus quebrados e feitos do Palmeiras na conquista do Brasileiro de 2016

Enviar no WhatsApp
Bateu campeão' em 20 de novembro, depois da partida sobre a Chapecoense. Enfim, o torcedor do Palmeiras pode comemorar o primeiro título de Campeonato Brasileiro desde 1994. Em uma temporada marcada pelo fim do jejum e a consagração de Cuca e companhia, o time ainda tratou de quebrar um número considerável de tabus e atingir marcas importantes para orgulhar seu torcedor.


Invencibilidade

A regularidade palmeirense resultou em uma marca relevante para os campeões. Durante o Campeonato Brasileiro, o clube de Palestra Itália alcançou 15 partidas de invencibilidade, a maior série da equipe na história dos pontos corridos e a segunda mais expressiva neste nível. Somente o time de Oswaldo Brandão, a Academia II, em 1973, supera o atual elenco (23).

Do topo ninguém me tira

A longa série invicta também resultou na maior longevidade palmeirense como líder. O Palmeiras soma 27 rodadas na liderança, número recorde na história do clube nos pontos corridos. Em 2009, ano no qual brigou diretamente pelo título, o time alcançou 17 jornadas na ponta.

Caiu em Itaquera, já era? Não para o Palmeiras

O Palmeiras possui um retrospecto favorável na casa do principal adversário com duas vitórias em quatro jogos. Neste Brasileiro de 2016, Cuca e companhia foram os responsáveis por quebrar uma longa série favorável ao Corinthians na Arena, em Itaquera. A vitória por 2 a 0, em 17 de setembro, marcou a primeira queda corintiana como mandante em mais de um ano – 34 partidas. Foi o único time a bater os corintianos em sua casa.

Primeira vitória sobre maior rival em casa

O Allianz Parque foi inaugurado em 2014, e desde então o time tinha um incômodo tabu para o torcedor: nunca ter vencido seu arquirrival Corinthians lá dentro. Tudo bem que haviam sido apenas dois jogos, uma derrota no Paulista de 2015 e um empate no Brasileiro do mesmo ano. Mas as provocações de rivais pararam até o Brasileirão desse ano, na vitória palmeirense por 1 a 0 com gol de Cleiton Xavier.

Fim da zica na Ilha

A categórica vitória por 3 a 1 sobre o Sport, em 4 de julho, fez o Palmeiras quebrar um jejum de sete anos sem vencer o clube rubro-negro fora de casa. Antes da equipe de Cuca, o último resultado positivo ocorrera em 1º de agosto de 2009, com gol contra do zagueiro Bruno Teles.

Quase duas décadas

O maior tabu quebrado por este Palmeiras teve como adversário o Internacional. O triunfo por 1 a 0, em 17 de julho, foi o primeiro do time alviverde em 19 anos no Estádio Beira-Rio. O jejum, iniciado depois de vitória simples em 1997, alcançou 14 jogos.

Nem o sintético intimida

Outra marca quebrada fora de casa ocorreu em 14 de agosto. Com o gol do zagueiro Vitor Hugo, o Palmeiras venceu como visitante o Atlético-PR pela primeira vez desde 2008, mesmo com a dificuldade da grama sintética na Arena da Baixada. O time alviverde foi o único a conseguir vencer os paranaenses dentro de seu alçapão. Além disso,o time de Curitiba vinha de oito confrontos sem perder para os palmeirenses dentro de casa.

José Edgar de Matos 
Do UOL, em São Paulo

    Opiniões
    Opiniões

0 Comentários:

Postar um comentário

Não aceitamos:

- Agressões e insultos contra autores, outros comentaristas e personagens citados nas colunas e matérias
- Declarações sexistas, xenófobas ou racistas
- Informações falsas
- Propaganda comercial
- Evite digitar em Maiúsculo

 
Copyright © 2016. Cacoal NEWS Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa© Web Sites (69) 9366 7066 WhatsApp | www.dupessoa.com.br