Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
73 9 8888 1488
WhatsApp
WhatsApp

22/03/2017

Governo anuncia intenção de retomar obras da usina nuclear Angra 3

O Governo quer fazer licitação para concluir obra de usina nuclear no Rio de Janeiro, mas projeto só deve ficar pronto em 2024. O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, disse nesta terça-feira (21), que o Governo está prevendo licitação para viabilizar as reformas da usina de Angra 3, que pertence a Eletrobras.


Governo anuncia intenção de retomar obras da usina nuclear Angra 3

Essa obra está abandonada desde 2015 e é cercada de questionamentos, denúncias e acusações. O ex-presidente da Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras, Othon Luiz Pinheiro, foi preso acusado de corrupção e cobrança de propina nos contratos de Angra 3, que está no seio das investigações da Lava Jato.

Uma das maiores penas aplicadas até o momento nas investigações da Lava Jato tem como alvo o ex-presidente da Eletronuclear. O futuro da usina está programado para acontecer em abril, quando o Conselho de Política Energética se reunir em Brasília e definir os últimos processos de retomada das obras.




Que levante a mão quem NÃO quer que as suas publicações da sua Empresa, Produto ou Serviço no Facebook cheguem ao maior número possível de pessoas, sem ter que esperar sua página ter milhares de seguidores pra isso? Se você não é uma dessas pessoas, esse vídeo é pra você! Pois bem, Alcance Orgânico é o número de usuários únicos que veem o seu conteúdo em seu feed de notícias ou visitando a sua página no Facebook. Você ainda está em tempo de conseguir que o alcance orgânico das publicações aumente. Se você quer saber como fazer, recomendo que assista alguns minutinhos deste vídeo, nós podemos ajudar! Saiba mais https://goo.gl/1rkDrL Dúvidas 69 9 9366 7066 WhatsApp.

Segundo Pedrosa, a ideia é fazer licitação e atrair empresas internacionais para que eles possam injetar o dinheiro necessário para concluir os 40% restantes: “a conclusão da obra ainda é significativa, mas faz sentido para a Eletrobras. Não fazer a obra traia para a empresa um impacto maior do que fazer, porque assim a Eletrobras teria que reconhecer todo o prejuízo dos investimentos atuais”.

O secretário-executivo disse ainda que o futuro modelo de licitação vai manter as prerrogativas legais e constitucionais de que a Eletrobras tem de continuar sendo a operadora da unidade nuclear de Angra 3, no sul do Estado do Rio de Janeiro.


Por Jovem Pan

Agencia Brasil 

Cacoal NEWS
Da Redação

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL