Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
73 9 8888 1488
WhatsApp
WhatsApp

05/04/2017

Cantor Victor retirou a mulher de elevador durante briga em BH, diz advogado

Segundo Felipe Martins, Poliana estava descontrolada e chegou a agredir a sogra; o músico foi indiciado nesta terça por vias de fato, uma contravenção penal.

O cantor Victor Chaves, da dupla Victor & Léo, retirou a mulher dele, Poliana Bagatini Chaves, do elevador do prédio onde moram, em Belo Horizonte, durante uma briga, segundo afirmou o advogado do músico, Felipe Martins Pinto. O músico foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por vias de fato, uma contravenção penal, contra a mulher, nesta terça-feira (4).

Cantor Victor retirou a mulher de elevador durante briga em BH, diz advogado

Poliana, que tem 29 anos e está grávida, prestou queixa no dia 24 de fevereiro, alegando que o marido, de 41 anos, tinha a agredido no condomínio onde moram. Em depoimento, o cantor negou ter agredido a mulher. Nesta quarta-feira (5), o advogado disse, em entrevista coletiva na capital mineira, que Victor tem convicção de sua inocência. O defendor de Poliana Chaves não foi localizado.

"Ele se colocou à frente da porta do elevador, dizendo que ela não poderia sair com a filha, que ela não tinha condições de sair com a filha. Ela então entrou à força no elevador e ele a puxou do elevador. (...) O que acontece é que ele a retirou do elevador, então ele até a puxa do elevador e depois a retira da porta do elevador”, disse o defensor do cantor.

Questionado pela imprensa sobre se esta situação é mostrada nas imagens do circuito interno de segurança do prédio, o advogado confirma. A delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid), aguardava apenas o laudo destas imagens para concluir o inquérito. A polícia não divulgou as imagens e não deu detalhes sobre o resultado da perícia.

Felipe Martins disse que o inquérito prova que Victor não machucou a mulher. “O Victor foi atingido nos dois principais bens que ele tem, os dois grandes valores, a mãe dele e a filha dele. Então no momento em que ele percebe o que aconteceu com a mãe, aquela situação com que ele se deparou, ele então identifica que há um risco concreto para a filha de um ano, e ele em momento algum machuca a Poliana”, destaca.

Ainda segundo Martins, Poliana entrou descontrolada no apartamento da sogra, no mesmo condomínio, porque não queria que a filha do casal ficasse no local. Durante a briga, o advogado contou que a mulher do cantor agrediu Marisa Chaves, mãe de Victor. A sogra chegou a registrar um boletim de ocorrência contra a nora, mas desistiu da queixa a pedido do filho, de acordo com Martins.

A Polícia Civil informou que encaminhou o inquérito à Justiça. Conforme o Fórum Lafayette, a partir do recebimento, será distribuído para uma das varas e o juiz vai abrir vistas para que o Ministério Público de Minas Gerais se manifeste.

Cantor se defende em rede social

Victor se defendeu em um vídeo publicado em uma rede social a respeito do indiciamento pela Polícia Civil de Minas Gerais por vias de fato, uma contravenção penal, contra a mulher dele, Poliana Bagatini Chaves. O vídeo foi publicado na tarde desta terça-feira (4), após o indiciamento.

"Pessoal, eu venho a público para esclarecer uma coisa diante da qual surgiram e surgem incontáveis boatos. Eu fui indiciado legalmente por vias de fato, contravenção. Ou seja, eu não machuquei ninguém. O que eu pratiquei foi um ato de desespero para conter uma pessoa que estava completamente fora de si de pegar uma criança de um ano. E pela minha filha, o que eu fiz, eu faria de novo. Então, tudo está sendo apurado devidamente", declarou o cantor.

O advogado Adilson Rocha, doutor em criminologia, disse ao G1 que contravenção penal não é considerada crime e que tem função preventiva – ao contrário do crime que tem função repressiva. Ainda de acordo com Rocha, a contravenção penal tem potencial ofensivo, como bate-boca, empurrão e tapa no rosto, por exemplo, mas que é um tipo de agressão que não deixa lesões, marcas corporais, porque é inferior à lesão corporal.

Entenda o caso

No dia 24 de fevereiro, Poliana Chaves foi a uma delegacia, em Belo Horizonte, e fez uma queixa contra o marido Victor Chaves. Segundo o boletim de ocorrência, Poliana disse que foi agredida por Victor por motivos fúteis no prédio do casal, que foi jogada no chão e recebeu vários chutes. Afirmou que, depois das agressões, foi impedida de sair do local por um segurança e pela cunhada.

No mesmo dia, a mãe de Victor, Marisa Chaves, também prestou queixa na polícia e deu outra versão. No segundo boletim de ocorrência, ela disse que Poliana foi ao apartamento dela transtornada e de forma agressiva fez ameaças e quebrou vários objetos. No dia, a mãe do cantor afirmou aos policiais que a irmã dele tentou acalmar Poliana e que Victor segurou o braço da mulher, pedindo que se acalmasse. Marisa afirmou que a nora se atirou no chão chorando e se debatendo.

Dois dias depois, Poliana publicou uma carta em um perfil de rede social em que afirmou que em momento algum considerou que tivesse ocorrido qualquer crime, principalmente, praticado por Victor. Em uma entrevista exclusiva à TV Globo, o cantor negou a agressão. A repórter Aline Aguiar perguntou ao artista se houve agressão. Victor respondeu: “Absolutamente. Eu nunca agredi ninguém na minha vida e muito menos a minha mulher, grávida do João”, disse à época.

Mesmo depois de a mulher de Victor negar a agressão, a polícia continuou investigando o caso. Victor, que era jurado no The Voice Kids, da TV Globo, pediu para se afastar do programa. Na edição do dia 26 de fevereiro, o apresentador André Marques leu um comunicado que dizia que a Globo repudia toda e qualquer forma de violência e acredita que essa acusação precisa ser apurada com rigor garantindo o direito de defesa na busca da verdade.


Que levante a mão quem NÃO quer que as suas publicações da sua Empresa, Produto ou Serviço no Facebook cheguem ao maior número possível de pessoas, sem ter que esperar sua página ter milhares de seguidores pra isso? Se você não é uma dessas pessoas, esse vídeo é pra você! Pois bem, Alcance Orgânico é o número de usuários únicos que veem o seu conteúdo em seu feed de notícias ou visitando a sua página no Facebook. Você ainda está em tempo de conseguir que o alcance orgânico das publicações aumente. Se você quer saber como fazer, recomendo que assista alguns minutinhos deste vídeo, nós podemos ajudar! Saiba mais https://goo.gl/1rkDrL Dúvidas 69 9 9366 7066 WhatsApp.
Cacoal NEWS
Da Redação

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL