Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
69 9 9366 7066
WhatsApp
WhatsApp

23/05/2017

Bolsonaro explode e debate entre Marco Villa e Jair Bolsonaro pega fogo nas redes sociais, assista!

O clima que antecedeu a entrevista era o pior possível, como aquele antes das lutas de UFC em que os oponentes se xingam mutuamente. O historiador Marco Antonio Villa havia chamado o deputado Jair Bolsonaro de “embusteiro”, e este aceitou prontamente o desafio para uma entrevista na rádio Jovem Pan. Entrevista que ocorreu ao vivo nesta terça-feira.

Villa começou falando de economia, perguntando a Bolsonaro qual a sua visão acerca da política econômica nos últimos anos. Bolsonaro passou a falar de ética e honestidade, colocando em xeque a imagem de Henrique Meirelles, que foi eleito deputado pelo PSDB, logo depois renunciou para assumir o Banco Central no governo Lula, e mais tarde foi para o Conselho da J&S, holding dos irmãos Batista, os mesmos que confessaram inúmeros crimes em sua delação agora.


Bolsonaro expolode debate entre Marco Villa e Jair Bolsonaro pega fogo nas redes sociais, assista!

Entendo Bolsonaro puxar a sardinha para o seu lado, já que sua imagem e sua eventual candidatura dependem muito da questão ética, diria que basicamente dela. Mas a pergunta era sobre economia! O que Bolsonaro acha da política econômica da última década, como melhorar a situação da economia? A falta de um mínimo de embasamento do deputado nessa área preocupa, claro. Ainda mais quando lembramos que o Brasil tem mais de 14 milhões de desempregados!


Não importa muito a pergunta, Bolsonaro volta ao tema da corrupção. E também resgata sempre que possível o discurso do nióbio, que já deveria ter sido abandonado faz tempo. Bolsonaro tem um ponto a favor ao assumir que não domina o assunto, e que mais importante é ter honestidade e escalar o time certo. Mas falta base. Bolsonaro claramente não sabe muito o que dizer sobre economia. Jogou solto na resposta um “acordos bilaterais”, sem capacidade de desenvolver melhor a ideia.


Assista Ao Debate


Ao menos, justiça seja feita, mencionou Paraguai como exemplo, mas citando a carga tributária e a burocracia menores. Paraguai como exemplo a ser seguido é demais da conta, mas o deputado aponta na direção certa, ainda que de forma muito vaga, ao condenar nossos impostos e nossa burocracia. Ao tentar se aprofundar, porém, falando de energia e commodities, é um show de horror. Bolsonaro realmente precisa estudar economia, ou parar de falar do assunto.


Bolsonaro parece realmente alguém com boas intenções, que deseja resgatar valores morais e a ordem, mas se fia basicamente em slogans e frases prontas, numa tentativa de defender o regime militar que não se sustenta, o que é diferente de condenar a esquerda comunista da época, que não tinha nada de democrata. Bolsonaro vive do passado, da narrativa da década de 1960. Nesse aspecto, é o sinal trocado da esquerda radical.

Villa pegou Bolsonaro numa contradição ao dizer que prega privatizações, mas defende o regime militar na economia. Geisel foi o maior criador de estatais do país. Seu modelo econômico era parecido com o de Dilma. E Bolsonaro preferiu simplesmente alegar que eram outros tempos, que não havia a mesma corrupção. Privatização não depende de contexto: deve ser defendida sempre.

Enfim, a “entrevista” foi muito ruim para Bolsonaro. Villa certamente não é imparcial, não gosta de Bolsonaro, e queria colocá-lo contra a parede. Mas vamos combinar: essa é mesmo a função de um entrevistador. O Brasil não está mais acostumado a isso, pois na época do PT os “jornalistas” mais pareciam marqueteiros. Mas basta ver a Fox News por um dia para entender que os entrevistados são apertados com frequência.

A verdade é que Bolsonaro não aguentou uma pergunta. Parte para o ataque, fica na defensiva, não consegue desenvolver seu raciocínio com desenvoltura. Eu entendo a importância que Bolsonaro tem para o momento do país, ao confrontar os corruptos, ao atacar com coragem a imoralidade dos “progressistas”, ao denunciar os comunistas que se fingem de moderados.

Mas foi terrível. Bolsonaro será engolido em debates se for candidato com essa falta de preparo. Se a direita depende de alguém assim, a direita está mal, muito mal. Bolsonaro toca em pontos certos sobre o estrago que essa esquerda causou ao Brasil, inclusive citando Paulo Freire na questão da educação. Mas é muito pouco, muito raso, ficar só batendo na tecla da honestidade e clamando por ordem.

Tags: Jair bolsonaro michelle bolsonaro, jair bolsonaro laura bolsonaro, jair bolsonaro projetos
jair bolsonaro wikipedia, jair bolsonaro presidente, eduardo bolsonaro, jair bolsonaro renan bolsonaro, bolsonaro partido, marco antonio villa é casado, marco antonio villa obras, marco antonio villa jovem pan, marco antonio villa jo soares, marco antonio villa livros, marco antonio villa lattes, marco antonio villa olavo de carvalho, marco antonio villa youtube.


Rodrigo Constantino
Gazeta do Povo

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL