Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
73 9 8888 1488
WhatsApp
WhatsApp

04/06/2017

Civis do ex-território de Rondônia passarão a ganhar salário de R$ 18 mil e delegados R$ 30 mil

Os reajustes serão parcelados até 2019 e contemplam outras carreiras do serviço público. Por se tratar de medida provisória, o texto já está em vigor, mas precisa do aval do Congresso Nacional para se tornar uma lei efetiva.

A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base de uma medida provisória que autoriza reajuste salarial para diversas categorias de servidores públicos federais entre elas a que prevê aumento para policial civil do extinto território federal de Rondônia (RO).


Durante a tarde e em todo o período da noite, a sessão transcorreu com diversas brigas e discussões entre deputados, troca de ofensas, empurrões e muita gritaria. As atividades chegaram a ser suspensas diversas vezes, mas retomadas minutos depois.

O projeto foi aprovado no início da madrugada após a oposição deixar o plenário da Câmara, em protesto contra o decreto do presidente Michel Temer (PMDB) que autorizou a presença das Forças Armadas nas ruas do Distrito Federal (DF).

Os reajustes serão parcelados até 2019 e contemplam outras carreiras do serviço público. Por se tratar de medida provisória, o texto já está em vigor, mas precisa do aval do Congresso Nacional para se tornar uma lei efetiva.

Os reajustes vigoram desde janeiro deste ano. Quando anunciou a medida, o governo informou que impacto estimado em 2017 seria de R$ 3,8 bilhões. Até 2019, o impacto será de R$ 11,2 bilhões.
Com o reajuste, os agentes civis em categoria especial dos extintos territórios federais do Acre, Amapá, Rondônia e Roraima que recebem R$ 13,7 mil passarão a ganhar R$ 18,6 mil. Já nos cargos de delegado em categoria especial que recebiam de R$ 22,8 mil passarão a ganhar R$ 30,9 mil reais. 

Da Redação
Cacoal NEWS

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
CACOAL_NEWS