Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
73 9 8888 1488
WhatsApp
WhatsApp

15/06/2017

Prefeitura de Rolim de Moura deposita mais de R$ 50 mil reais "por engano" na conta de servidor

Ao ser notificado do erro, o executivo solicitou a devolução, mas o servidor já usou o dinheiro.
 em Municípios.

Um fato inusitado chamou a atenção do Observatório Social de Rolim de Moura. Como de praxe checar as atividades financeiras da prefeitura, a entidade observou uma transação bancária no valor de R$ 51.954,65 na folha de pagamento dos servidores, referente ao mês de abril. Todo este valor foi depositado para um Vigia, que compõe legalmente o quadro de trabalhadores do município. Ao ser questionada pelo Observatório, a prefeitura viu o erro e notificou o servidor solicitando o dinheiro de volta.

Prefeitura de Rolim de Moura deposita mais de R$ 50 mil por engano na conta de servidor

Conforme consta na folha, o pagamento efetuado ao vigia foi calculado em 6.194 horas, resultando em um montante de R$ 51.954,65. Com o desconto de aproximadamente R$ 18.000,00 do Rolim Previ e IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte), caiu na conta apenas R$ 33.498,00. O valor do adicional noturno que deveria ser pago ao servidor é de RS 209, 70. Todo esse dinheiro gerou um desconto de R$ 5.825,73 na previdência e R$ 12.040,76 no IRRF, se não fosse o erro, seria descontado somente R$ 133,79.

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.app.gpu549320.gpue0acd1c59d3dce0ad20934f59bd38dde

Em resposta a notificação do Observatório Social, o executivo disse que houve um erro por parte do departamento de recursos humano, e que já notificou o servidor para que devolva a quantia depositada na conta salário. Um boletim de ocorrência foi feito na delegacia, a prefeitura espera recuperar este dinheiro o mais rápido possível.

O erro foi descoberto no final do mês de maio, o pagamento efetuado é referente a folha do mês de abril. Segundo informações, o vigia usou parte do dinheiro para reformar o carro, o restante ele emprestou. De acordo com levantamento feito pelo Observatório, o servidor, que é concursado, corre o risco de ser punido caso não devolva a quantia liquida de R$ 33.498,00.

Da Redação 
Rol NEWS


Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL