Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
73 9 8888 1488
WhatsApp
WhatsApp

29/09/2017

Melhor café de Rondônia é escolhido durante Seminário Estadual, promovido pelo Sebrae

Grão vencedor é do cafeicultor de Cacoal Tiago Novais Duarte, que obteve na amostra 87,67 pontos. Pelo primeiro lugar, ele recebeu R$ 12 mil em prêmios.

Pelo segundo ano, o café do estado é bem avaliado por especialistas. A análise faz parte do 2º Concafé de Rondônia, concurso realizado durante o Seminário Estadual do Café, que elegeu o melhor grão. Itens como aroma, cor, sabor e tudo que envolve a descrição do grão foram avaliados por três profissionais. A etapa final do prêmio foi realizada na quinta-feira (28), no Parque de Exposição, e contou com a participação de produtores rurais, autoridades e órgãos ligados ao setor, entre eles o Sebrae, parceiro do evento.

Melhor café de Rondônia é escolhido durante Seminário Estadual, promovido pelo Sebrae

Das 231 amostras inscritas no Concafé, apenas dez chegaram à etapa final de degustação após passarem por uma análise física. De acordo com a degustadora Mariana Del Guerra, de São Paulo (SP), durante essa etapa do concurso toda a descrição do grão é avaliada. As notas podem variar de 60 a 90 pontos.

 "Para ser considerado um bom café, vários itens são levados em conta, como a doçura natural da bebida, o aroma, a salinidade, a cor e a torra. O café que alcançar mais de 80 pontos já é considerado muito bom. Acima de 85, é considerado excepcional", explicou Del Guerra.

Melhor café de Rondônia é escolhido durante Seminário Estadual, promovido pelo Sebrae

 Após todas as análises realizadas, o terceiro lugar foi para o produtor de Cacoal, André Kalk, que recebeu R$ 3 mil como prêmio. O segundo colocado foi o produtor Nilton Marques de Lima, da cidade de Alto Alegre dos Parecis, que levou o prêmio de R$ 8,7 mil. O grão vencedor do Concafé é do cafeicultor de Cacoal Tiago Novais Duarte. Sua amostra recebeu a nota 87,67. Para alcançar a excelente pontuação, o jovem de 27 anos colheu o grão no ponto-cereja, o que garantiu a doçura semelhante ao caramelo. Ele recebeu R$ 12 mil em insumos.

 "Eu fiz o cultivo normal da lavoura, acho que o segredo para ganhar o concurso foi o cuidado com amor, pois amo trabalhar com café. Além disso, esperei o grão madurar para então colher, acho que tudo isso contribuiu para o primeiro lugar. Estou muito feliz", disse Tiago, emocionado.

Participante do programa Cafeicultura de Rondônia, desenvolvido pelo Sebrae, o cafeicultor Nilton Marques de Lima garantiu o segundo lugar no concurso. Surpreso, emocionado e muito feliz, ele acredita que a consultoria técnica do Sebrae contribuiu para a premiação.

"Eu não esperava ser o vencedor. No ano passado fiquei em sétimo lugar, então sempre achei que ficar entre os três melhores seria muito difícil. Esse resultado me emociona, pois apliquei na minha lavoura o que aprendi com o Sebrae e percebo que o investimento feito valeu a pena, pois já estou colhendo os frutos", destacou Nilton.

 Seminário Estadual do Café

O Concafé foi realizado dentro do Seminário Estadual, promovido pelo Sebrae em Rondônia. Segundo o analista do Sebrae Desóstenes Nascimento, essas iniciativas contribuem para melhorar a qualidade do café no estado e incentivam os produtores a investirem em suas lavouras.

Melhor café de Rondônia é escolhido durante Seminário Estadual, promovido pelo Sebrae

"Esse seminário faz parte das ações do programa Cafeicultura em Rondônia, realizado pelo Sebrae. Cerca de 300 produtores de sete municípios recebem consultoria direto na propriedade, esclarecendo as dúvidas dos cafeicultores. Com isso, eles conseguem fazer os ajustes para melhorar ainda mais sua produção", explicou Desóstenes.

De acordo com o secretário estadual de Agricultura, Evandro Padovani, atualmente o estado conta com 24 mil cafeicultores. A expectativa é que, até o ano de 2019, Rondônia esteja produzindo cerca de 4 milhões de sacas de café. Essa meta deve ser alcançada com a união dos parceiros, como Sebrae, Emater e Governo do Estado.

"Os produtores estão utilizando mais tecnologias, e com isso o Estado vem se destacando com  produtividade, o que serve de inspiração para os demais cafeicultores, fazendo com que eles também passem a utilizar as tecnologias disponíveis e percebam que um produto de excelente qualidade terá valor agregado", destacou Padovani.

Para o presidente da Câmara Setorial do Café, Ezequias Braz da Silva Neto, o Tuta Café, esse dia foi muito importante para as pessoas envolvidas na cadeia do café, pois além da premiação do concurso, o seminário trouxe conhecimento aos participantes.

"Esse concurso gera melhores valores aos cafeicultores, eleva o nome do estado lá fora, com café de qualidade e produtividade. O café de Rondônia hoje consegue competir de igual para igual com grãos de outros países que são referencia na cafeicultura", comemorou Tuta.

Participaram do evento mais de 400 pessoas, que receberam durante o dia orientações voltadas a temas como: tecnologias para a qualidade do café rondoniense, alternativas para melhorar a qualidade do café na fase pós-colheita e sustentabilidade na cafeicultura. Esses assuntos foram abordados durante o Seminário Estadual do Café.

Para mais informações sobre as ações do Sebrae, acesse sebrae.ro/noticias. Para conhecer a programação, acesse sebrae.ro/agenda. Você também pode conhecer mais sobre o que o Sebrae pode fazer por você em sebrae.ro, pelo 0800 570 0800 ou no WhatsApp 98130-5656.

Sebrae
Da Redação 

Copyright © 2016 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais.
UNOPAR_CACOAL