Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

20/05/2016

Ponte interditada é alvo de reclamação de comerciantes em Cacoal

Comerciantes reclamam de queda nas vendas nos comércios próximos. Ponte foi interditada para a colocação de manilhas próximo da cabeceira.

Comerciantes próximos de uma ponte interditada a mais de um mês na marginal da BR 364, em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, reclamam de queda nas vendas. O trecho foi interditado para a colocação de manilhas próximo a cabeceira da ponte, pois o local estava desmoronando.

Ponte inteditada em Cacoal, RO (Foto: Rogério Aderbal/G1)

De acordo com Kenio Bueno, gerente de uma loja de ferragens localizada ao lado da ponte, o movimento caiu cerca de 40 % após o fechamento da via.

"Com o desvio a loja ficou isolada, e os clientes preferem procurar outras empresas a ter que ficar correndo riscos retornando na contra mão. As coisas que já estavam difíceis devido à crise complicaram ainda mais. Por outro lado, o Dnit disse que serviço ficaria pronto em 20 dias e até agora nada", lamenta.

Marco Aurélio é consultor de vendas de uma loja de motos. Ele conta que a situação trouxe transtornos também para o trânsito no local. "Só na nossa loja são mais de 50 funcionários prejudicados com a falta de clientes. Além disso, o tráfego na via ficou muito perigoso, pois os condutores são obrigados a retornar a BR 364 por apenas um desvio, o que faz com que o trânsito fique congestionado no local. Há pouco tempo uma mulher morreu quando tentava entrar na BR", aponta.

Conforme o secretário de obras do município, José Antônio, a obra está sendo realizada através de uma parceria entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e a prefeitura. Ainda de acordo com ele a obra deve ser concluída nesta quinta-feira (19).

Rogério Aderbal
Do G1 Cacoal e Zona da Mata


Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
Cacoal_NEWS