Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

31/12/2017

Confira algumas dicas para soltar os fogos de artifício em segurança

G1 preparou uma lista de cuidados que devem ser tomados na hora de soltar os rojões. Nunca soltar fogos em locais fechados é uma das principais recomendações.

Tradicional nos principais eventos, os fogos de artifício são uma atração a parte que costuma faltas nas festas de Ano Novo. Porém, o uso dos fogos de forma incorreta pode provocar acidentes. Pensando nisso, o G1 preparou uma lista de cuidados recomendados pelo Corpo de Bombeiros, que devem ser tomados na hora de soltar os rojões.


Conforme o comandante do Grupamento de Bombeiros em Cacoal (RO), capitão Avelino Carvalho, a principal recomendação para quem quer manusear fogos de artifício é ter o curso de Blaster, indicado para quem irá atuar com shows pirotécnicos.

“Ao soltar fogos, ou quando for atuar com shows pirotécnicos, é fundamental respeitar o distanciamento mínimo de isolamento, conforme vem nas instruções do produto. Também vale ressaltar que em hipótese alguma os fogos de artifícios devem ser utilizados em locais fechados”, alerta.

Sempre seguir as dicas do fabricante e peça orientações no momento da compra do artefato.
Antes de realizar a queima de fogos é preciso fazer o isolamento por cordões (cerca de isolamento), cavaletes ou similares, devidamente sinalizadas, com placas de advertência, em letras vermelhas sobre fundo branco.

A distância recomendada para explodir os fogos com segurança é de 30 a 50 metros de pessoas, edificações e carros. Para evitar de segurar os fogos com as mãos, compre artefatos que venham com a base para encaixar no suporte dos fogos de artifício, para que seja possível colocar no chão. Caso os fogos não estourem, não tente reaproveitá-los. Molhe-os para apagar o pavio e evitar acidentes, e leve na loja em que comprou para trocá-los. Ao estocar os fogos em casa, deixe-os em um local seco e longe de fogões e outros explosivos.
A orientação é nunca comprar fogos de artifícios clandestinos, pois a maioria não é testado e não traz as instruções de segurança na embalagem. Em caso de acidentes mais graves, o Corpo de Bombeiros ou Samu devem ser acionados.

 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Rogério Aderbal
G1 Cacoal e Zona da Mata

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
Cacoal_NEWS