Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

11/01/2018

32 Câmeras já multaram mais de 600 caminhões em Cuiabá na "Operação Carga Pesada"

Desde o dia 1º de dezembro as 32 câmeras de monitoramento da Capital começaram a autuar motoristas de caminhões que foram flagrados trafegando em horários e locais indevidos. Até o momento, foram mais de 600 condutores multados por circularem em áreas de horários restritos. Na região central, só podem circular caminhões com no máximo 10 toneladas.

32 Câmeras já multaram mais de 600 caminhões em Cuiabá na "Operação Carga Pesada"

Acima desta medida, apenas entre às 20h e 6h. Nos corredores das avenidas Fernando Corrêa e Miguel Sutil é permitida a circulação de veículos com até 24 toneladas. Acima disso, somente no horário pré-estabelecido. Em casos onde as cargas transportadas são perecíveis, nitrogênio, concreto e gás, é necessário que haja uma Autorização Especial de Trânsito para circular nos horários de pico. Os motoristas autuados pagarão multa de R$ 130,16 e terão quatro pontos negativos na carteira de habilitação.

“Tivemos que voltar o videomonitoramento, pois muitos insistiam em trafegar dentro de Cuiabá causando transtorno”, afirma Antenor Figueiredo, Secretário de Mobilidade Urbana. O secretário Antenor Figueiredo, esteve reunido com membros do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Mato Grosso (Sindmat) no mês passado para discutir o uso do videomonitoramento para coibir a circulação de veículos pesados que trafegam sem autorização nas principais vias do centro de Cuiabá e teve o apoio da categoria.

“Seria necessário uma fiscalização mais rígida para evitar veículos de carga pesada em determinados locais, mas não temos agentes o suficiente. Temos uma boa relação com a categoria e acredito que a partir do ano que vem, quando as empresas começarem a receber as multas, vão pensar duas vezes antes de violarem as leis’, conta o Secretário.

A Semob, por meio da Coordenadoria de Educação para o Trânsito, já vem realizando palestras de capacitação direcionadas aos condutores de veículos pesados de empresas com sede em Cuiabá, para orientar sobre o que especificamente é permitido e sobre toda a legislação referente ao transporte de carga.

“Vamos passar a fazer a não identificação do condutor, que funciona da seguinte forma, quando o veículo está em nome de pessoa jurídica, não temos como saber quem é o condutor, então o veículo leva a primeira penalidade, na segunda o valor dobra, na terceira dobra e assim sucessivamente, portanto as empresas vão começar a olhar com mais rigor essas questões”, garante Antenor.

Outra forma que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) já vem usando para diminuir o tráfego desses veículos é por meio da ‘Operação Carga Pesada’. Agentes de trânsito realizaram ações com o objetivo de retirar veículos pesados do perímetro urbano da capital mato-grossense. Em 2017 já foram multados 1.022 motoristas infratores, mesmo  antes do auxílio do videomonitoramento.

“A intenção não é multar, mas já fizemos ações educativas e tudo que foi possível, mas o motorista que teimar em andar errado, infelizmente será penalizado”, conclui o Secretário, Antenor Figueiredo.


 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Da Redação 

Folhamax 

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
Cacoal_NEWS