Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

21/05/2018

[VÍDEO] Inafiançável! Motorista bêbado, motorista atropela pedestre, vítima foi encaminhada pra Cacoal!

Esta é a primeira vez que a Lei nº 13.546/17 é usada em casos de embriaguez da direção com vítimas. Um motorista de 27 anos de idade foi preso, sem direito a fiança, neste fim de semana em [VÍDEO] Inafiançável! Motorista bêbado, motorista atropela pedestre na calçada após pneu estourar e acaba preso! , na região central de Rondônia. Embriagado, ele atropelou um homem de 30 anos de idade que estava na calçada na Avenida Duque de Caxias, na noite de sexta-feira. Esta é a primeira vez que a Lei nº 13.546/17 é usada em casos de embriaguez da direção com vítimas.

[VÍDEO] Inafiançável! Motorista bêbado, motorista atropela pedestre na calçada após pneu estourar e acaba preso!

O condutor do carro modelo Gol teria perdido do controle da direção do veículo após o pneu dianteiro estourar. Ele atingiu o pedestre arremessando-o para o alto e o carro só parou ao colidir contra a parede de uma loja de móveis usados. Segundo a ocorrência policial, o motorista ajudou a prestar socorro à vítima e admitiu ter ingerido bebida alcoólica.

Já no depoimento ao delegado, o condutor alegou que não bebeu ou fez uso de outras substâncias ou remédios, que ao desviar do buraco perdeu o controle do carro e acredita que alguma peça da direção tenha quebrado ou um pneu dianteiro possa ter estourado.


Na Delegacia Civil, após ser ouvido pelo delegado, o motorista foi flagranteado por embriaguez na direção, lesão corporal e sem direito a fiança acabou preso e encaminhado a Casa de Detenção da cidade. A vítima mora em Vilhena e estava trabalhando em Ouro Preto. Ela foi encaminhada em estado crítico para o Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro).

O delegado Niki Alves Locatelli disse que o grau de indiciamento do motorista vai depender do nível de lesão que a vítima sofreu e possíveis sequelas. “Ele foi preso em flagrante por lesão corporal culposa na direção veicular qualificado por embriaguez, constatadas pela testemunha e médicos. A Pena para esse crime é de dois a cinco, e de cinco a oito anos de prisão, pela nova lei, pois houve a alteração no Código de Trânsito Brasileiro”, esclareceu o delegado.

Conforme prevê a Lei nº 13.546/17, em acidente com vítima não cabe mais a fiança determinada pelo delegado. A pena para lesão grave ou gravíssima subiu para o mínimo de 2 anos e máximo de 5 anos de cadeia (5 a 8 anos em caso de morte), de maneira que o condutor do veículo permanece preso, e aguarda deliberação do Judiciário na Audiência de Custódia no Fórum, que ocorrerá provavelmente nesta segunda-feira (14).

Da Redação
Rondônia Ao Vivo

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
Cacoal_NEWS