Cacoal_NEWS
São Miguel do Guaporé! Uma das vítimas que estava no avião que caiu na reserva indígena é identificada | Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

CACOAL Clima Hoje

11 de jun de 2018

São Miguel do Guaporé! Uma das vítimas que estava no avião que caiu na reserva indígena é identificada

A polícia técnica cientifica segue trabalhando para conseguir identificar as outras vítimas que estava na aeronave, o avião trata de um monomotor com capacidade para 6 pessoas.  

Foi identificada uma das vítimas entre os destroços de um avião encontrado no município de São Miguel do Guaporé, na última quarta-feira (23). O empresário Adeilson Soares Lenque era passageiro da aeronave. O piloto ainda não foi identificado. Segundo o Corpo de Bombeiros as buscas e a identificação dos restos mortais foram dificultadas por falta de plano de vôo.

São Miguel do Guaporé! Uma das vítimas que estava no avião que caiu na reserva indígena é identificada

De acordo com o comandante do Grupo de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros de Porto Velho, Capitão Phelipe Maia, a aeronave foi encontrada pela família do empresário Adeilson Soares Lenque, que alugou um helicóptero para realizar buscas na região da queda.

O modelo da aeronave ainda não foi identificado pelos bombeiros, mas, segundo o comandante, trata-se de um monomotor de asa alta com capacidade para seis pessoas. “A família do empresário não tem conhecimento da aeronave em que ele estava”, afirma o comandante.

Os restos mortais das duas vítimas encontradas nos destroços foram encaminhados para investigação pela Polícia Civil de São Miguel do Guaporé. “Encontramos a arcada dentária do possível piloto. Já o empresário foi identificado por um pingente específico e uma aliança”, afirma o comandante.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave está irregular perante a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), pois consta com manutenções e certificado de aeronavegabilidade vencidas e sem ter apresentando o plano de vôo. “Nem a família, nem as autoridades sabem de onde a aeronave partiu e para onde seguia”, lembra o comandante.

O Corpo de Bombeiros também afirma que a aeronave pode ter batido em um morro e depois disso teria pegado fogo. “Enviamos uma equipe por terra, onde nos deparamos com a aeronave completamente incinerada, dificultando a identificação do monomotor e das vítimas”, disse o comandante

Da Redação
Rondônia NEWS

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488