Cacoal_NEWS
Greve Urgente! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas | Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

CACOAL Clima Hoje

15/01/2019

Greve Urgente! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas

Porto Velho, RO - Os agentes penitenciários do estado de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas. O movimento grevista foi anunciado na tarde desta segunda-feira, 14, pela presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (SINGEPERON), Dahiane Gomes.

GREVE! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas

O Jornal Folha do Sul conversou com um agente lotado em Vilhena, que confirmou a informação e disse que a paralisação deve iniciar nas próximas 72 horas, prazo legal para oficialização aos órgãos sobre a greve. A data de início e a pauta de reivindicações do movimento grevista devem ser anunciadas em breve pela direção do SINGEPERON.

NOTA DO SINGEPERON

Nesta segunda-feira (14) confirmou-se a lamentável notícia de que o senhor governador Marcos Rocha vetou parte da Lei Orçamentária Anual da Secretaria de Estado de Justiça do Estado de Rondônia (Sejus) e retirou a previsão para o pagamento do realinhamento salarial de agentes penitenciários.


Vale ressaltar que o presente projeto é parte de uma acordo judicial homologado pelo Tribunal de Justiça em ação de Dissídio Coletivo de Greve (processo n. 0801150-04.2017.8.22.0000), cuja previsão orçamentária, aprovada pelo Parlamento estadual, não aumenta um centavo a mais no orçamento da Sejus, pelo contrário, já que a própria categoria contribuiu para o enxugamento desses valores ao abrir mão de escala, regionalização de unidades e outros benefícios para que a justiça salarial fosse feita.

O fato é ainda mais triste porque o senhor governador Marcos Rocha conhece a realidade financeira desses servidores e acompanhou todo esse processo, perdendo assim a oportunidade de garantir uma valorização justa sem penalizar o erário.

Ao tempo que repudio esse ato do chefe maior do Poder Executivo, reafirmo meu compromisso de trabalhar firmemente para derrubar esse veto na Casa de Leis e conclamo toda a categoria para lutarmos juntos contra essa injustiça. Podem confiar nesse deputado que vocês elegeram, pois faremos valer essa justiça salarial.

Da Redação
Folha Do Sul

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488