Cacoal_NEWS
Greve Urgente! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas | Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

15 de jan. de 2019

Greve Urgente! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas

Porto Velho, RO - Os agentes penitenciários do estado de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas. O movimento grevista foi anunciado na tarde desta segunda-feira, 14, pela presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (SINGEPERON), Dahiane Gomes.

GREVE! Agentes penitenciários de Rondônia devem cruzar os braços nas próximas horas

O Jornal Folha do Sul conversou com um agente lotado em Vilhena, que confirmou a informação e disse que a paralisação deve iniciar nas próximas 72 horas, prazo legal para oficialização aos órgãos sobre a greve. A data de início e a pauta de reivindicações do movimento grevista devem ser anunciadas em breve pela direção do SINGEPERON.

NOTA DO SINGEPERON

Nesta segunda-feira (14) confirmou-se a lamentável notícia de que o senhor governador Marcos Rocha vetou parte da Lei Orçamentária Anual da Secretaria de Estado de Justiça do Estado de Rondônia (Sejus) e retirou a previsão para o pagamento do realinhamento salarial de agentes penitenciários.


Vale ressaltar que o presente projeto é parte de uma acordo judicial homologado pelo Tribunal de Justiça em ação de Dissídio Coletivo de Greve (processo n. 0801150-04.2017.8.22.0000), cuja previsão orçamentária, aprovada pelo Parlamento estadual, não aumenta um centavo a mais no orçamento da Sejus, pelo contrário, já que a própria categoria contribuiu para o enxugamento desses valores ao abrir mão de escala, regionalização de unidades e outros benefícios para que a justiça salarial fosse feita.

O fato é ainda mais triste porque o senhor governador Marcos Rocha conhece a realidade financeira desses servidores e acompanhou todo esse processo, perdendo assim a oportunidade de garantir uma valorização justa sem penalizar o erário.

Ao tempo que repudio esse ato do chefe maior do Poder Executivo, reafirmo meu compromisso de trabalhar firmemente para derrubar esse veto na Casa de Leis e conclamo toda a categoria para lutarmos juntos contra essa injustiça. Podem confiar nesse deputado que vocês elegeram, pois faremos valer essa justiça salarial.

Da Redação
Folha Do Sul

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488