Cacoal_NEWS
Mulher que levou 5 tiros do companheiro, beija o acusado durante o julgamento | Depois não reclama! | Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região

Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

30 de jan. de 2020

Mulher que levou 5 tiros do companheiro, beija o acusado durante o julgamento | Depois não reclama!


Mulher que levou 5 tiros do companheiro, beija o acusado durante o julgamento. Porto Velho, RO - Um juri realizado no salão do Fórum da Comarca de Venâncio Aires, nesta terça-feira (28), ficou marcado por um fato inusitado: após depoimento, uma mulher vítima de tentativa de feminicídio abraçou e beijou o ex-namorado, que havia lhe atingido com cinco tiros.

Mulher que levou 5 tiros do companheiro, beija o acusado durante o julgamento

A mulher teria pedido ao  autorização para beijar réu, ao juiz presidente da sessão, João Francisco Goulart Borges, mas teve a solicitação negada. Porém, logo após prestar seu depoimento, Micheli Schlosser, de 25 anos, foi em direção ao réu e o beijou. Ela afirmou ao Grupo Independente que os dois pretendem conversar e retomar o relacionamento.

O réu, Lisandro Rafael Posselt, de 28 anos, foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto e poderá responder em liberdade por não ter antecedentes criminais. A condenação foi de 5 anos para a tentativa de feminicídio e dois anos por porte ilegal de arma de fogo.

O crime aconteceu em 8 de agosto do último ano, quando Micheli e Lisandro, que estavam juntos há um ano e seis meses, teria brigado após a vítima descobrir mensagens de uma mulher no celular do acusado. Segundo ela, após isso, teria começado a provocar o namorado. “Eu falei que iria ficar com os amigos dele e que iria denunciar ele por estupro”, disse Micheli.

Lisandro teria saído do local após a discussão e retornado com uma arma, calibre 22, e atirou diversas vezes contra a vítima. Micheli foi atingida por cinco disparos, sendo dois na cabeça, dois no braço esquerdo e um nas costas. A mulher disse, ainda, acreditar que as ameças foram suficientes para que ele cometesse o crime, e elogiou o ex-companheiro. “De todos os homens que eu tive, foi um dos melhores. Não posso reclamar, ele não é uma pessoa ruim. Me tratava de forma melhor impossível, me levava para tudo que é lugar. Eu era uma rainha para ele”, afirmou.

Fala GM
Da Redação


Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Cacoal NEWS - Notícias de Cacoal e Região | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488