Na Mídia

Oi, o que você está procurando?

Policial

FATAL: Mulher é socorrida mas m0rre após fumar cr4ck com bombril

fatal:-mulher-e-socorrida-mas-m0rre-apos-fumar-cr4ck-com-bombril

Chegou ao fim, na noite de ontem, a longa luta travada por uma das mais conhecidas usuárias de drogas de Vilhena, e ela perdeu a última batalha. Andreia Santos Assunção tinha 44 anos e havia sido resgatada várias vezes pelo Corpo de Bombeiros após consumir grandes quantidades de crack.

Ontem, mais uma vez, a mulher foi socorrida pela corporação na Praça do Geraldão, na avenida Paraná, onde costumava consumir entorpecentes. Ela se queixava de dificuldades para respirar, foi levada para a UPA e, de lá, encaminhada para a Sala Vermelha do Hospital Regional.

De acordo com informações obtidas pelo FOLHA DO SUL ON LINE, Andreia morreu por ter fumado crack com palha de aço do tipo Bombril. O caso dela é apenas um entre os muitos envolvendo dependentes químicos que vivem pelas ruas da maior cidade do Cone Sul.

Fonte: https://www.rondoniaovivo.com/noticia/interior/2024/03/11/fatal-mulher-e-socorrida-mas-morre-apos-fumar-crack-com-bombril.html

Aviso Legal: Comentários e Opiniões

Os comentários e opiniões dos usuários são de responsabilidade exclusiva de seus autores. O Grupo Cacoal NEWS não endossa nem se responsabiliza por qualquer conteúdo expresso nos comentários, e reserva-se o direito de remover, modificar ou não aprovar comentários que violem nossas políticas editoriais ou que possam ser considerados inadequados.

Postar Comentário

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Rondônia

Acidente fatal na BR-364 em Ji-Paraná: Motorista perde a vida após colisão com carreta. Detalhes aqui.

Cacoal

Um jovem enfrentou um acidente grave na tarde deste domingo na Rodovia 208, nas proximidades da pitoresca Lagoa Azul, em Cacoal.

Cacoal

Casal de idosos envolve-se em acidente de carro em Cacoal após confusão nos pedais.

Cacoal

Acidente trágico em Cacoal resulta na morte de Leonilton Gomes de Souza, eletricista de 40 anos, após colisão com carreta.

Publicidade