Na Mídia

Oi, o que você está procurando?

Rondônia

Justiça bloqueia R$ 51 milhões de grupo que falsificava documentos para ‘esquentar’ madeira ilegal retirada de Terra Indígena

justica-bloqueia-r$-51-milhoes-de-grupo-que-falsificava-documentos-para-‘esquentar’-madeira-ilegal-retirada-de-terra-indigena

Esquema começou a ser investigado depois de uma denúncia anônima feita em 2019. Um veículo e uma arma de fogo foram apreendidas pela Polícia Federal durante a operação Limítrofe.


Madeira ilegal retirada da Terra Indígena Kaxarari — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal (PF) realizou uma operação, nesta terça-feira (12), contra um grupo suspeito de falsificar documentos para “esquentar” madeira retirada ilegalmente da Terra Ingígena (TI) Kaxarari em Rondônia. A operação Limítrofe resultou no bloqueio de um valor superior a R$ 51 milhões.

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nos municípios de Alta Floresta do Oeste e Porto Velho, além dos distritos de Vista Alegre do Abunã, Nova Califórnia e Extrema. Um veículo e uma arma de fogo foram apreendidas pelos policiais durante a ação.

Segundo a PF, o esquema começou a ser investigado depois de uma denúncia anônima feita em 2019, que apontou a exploração ilegal de madeira na Terra Indígena Kaxarari, inclusive com a conivência de lideranças indígenas que vivem no local.

Durante as investigações, a PF percebeu que o grupo falsificava autorizações de extração de madeira, beneficiando pessoas físicas e jurídicas. Esse documento apontava o local de onde a madeira era retirada, mas durante perícia no perímetro indicado, a PF descobriu que não havia indícios da extração.

Ainda de acordo com a PF, o grupo falsificava os documentos para dar aparência de legalidade à madeira que na verdade era retirada de um local proibido: a Terra Indígena Kaxarari.

Publicidade: Deslize a página para continuar lendo.
Aviso Legal: Comentários e Opiniões

Os comentários e opiniões dos usuários são de responsabilidade exclusiva de seus autores. O Grupo Cacoal NEWS não endossa nem se responsabiliza por qualquer conteúdo expresso nos comentários, e reserva-se o direito de remover, modificar ou não aprovar comentários que violem nossas políticas editoriais ou que possam ser considerados inadequados.

Postar Comentário

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Economia

Após a devolução da medida provisória que pretendia limitar a compensação do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da...

Economia

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta quinta-feira (13) retirar de pauta todos os itens que estavam previstos para serem...

Economia

Previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2025, o leilão de trechos das BRs-060 e 364, em Goiás e Mato Grosso, teve o plano...

Economia

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse que o governo está comprometido com o arcabouço fiscal...

Publicidade