Na Mídia

Oi, o que você está procurando?

Trânsito

Revitalização da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré: Origem de Porto Velho

Conheça a história da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, marco histórico de Porto Velho, e saiba sobre sua revitalização.

História e Revitalização da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em Porto Velho
Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, marco histórico de Porto Velho, e saiba sobre sua revitalização

A Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) é o marco histórico da origem de Porto Velho, conforme destacado pelo historiador e professor Célio Leandro. Ele ressalta que a cidade emergiu às margens do rio Madeira durante a construção dessa ferrovia. O encerramento das atividades da EFMM em 2019 para passar por uma revitalização destaca a importância desse símbolo para Rondônia.

Conhecida como “Ferrovia do Diabo”, a EFMM foi uma parte crucial do Tratado de Petrópolis, firmado em 1903 entre Brasil e Bolívia para resolver disputas territoriais, especialmente sobre o Acre. A construção da ferrovia era uma exigência da Bolívia como parte do acordo. Percival Farquhar, um engenheiro dos Estados Unidos, foi encarregado da empreitada, que começou oficialmente em 1907.

A construção atraiu trabalhadores de cerca de 50 nacionalidades, resultando em uma significativa migração e imigração para a região. No entanto, muitos desses trabalhadores perderam suas vidas durante o projeto devido a doenças como malária, febre amarela e pneumonia, rendendo à ferrovia o apelido sombrio de “Ferrovia do Diabo”.

Com mais de 360 km de extensão, os trilhos ligavam os portos de Santo Antônio do rio Madeira, em Porto Velho, ao de Guajará-Mirim, no rio Mamoré, na fronteira com a Bolívia. Após 54 anos de operação, a ferrovia foi desativada, e o transporte de mercadorias passou a ser realizado pela rodovia BR-364.

O complexo da EFMM foi tombado como Patrimônio Cultural Brasileiro em 2006, reconhecendo sua importância histórica e cultural. O local se tornou símbolo da cidade, testemunhando sua história e o trabalho árduo daqueles que a construíram.

A revitalização do complexo, iniciada em 2019 com um investimento de cerca de R$ 30 milhões pela Santo Antônio Energia, inclui a reconstrução e reforma de diversos espaços, como trens, galpões, decks de madeira, museus e áreas verdes. No entanto, a reabertura do complexo ocorrerá de forma parcial, com acesso apenas a praças e museus, devido a atrasos na conclusão das obras.

A história da EFMM inspirou a minissérie “Mad Maria”, baseada no romance homônimo de Márcio Souza, que retrata o drama dos trabalhadores e o contraste com a vida luxuosa dos empresários da época.

A vida dos ferroviários, como a de Paulo da Costa Ramos, que começou a trabalhar na EFMM aos 12 anos, é um testemunho vivo desse legado. Após anos de serviço na ferrovia, ele hoje é voluntário na administração do local, nutrindo a esperança de ver a ferrovia funcionando novamente.

A EFMM, com sua rica história e importância cultural, continua a ser um símbolo de orgulho e identidade para Porto Velho e todo o estado de Rondônia. Sua revitalização não apenas preserva seu legado, mas também oferece à população a oportunidade de conectar-se com sua história e patrimônio.

História da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Acompanhe os últimas notícias de Rondônia

Da Redação
Cacoal NEWS
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Aviso Legal: Comentários e Opiniões

Os comentários e opiniões dos usuários são de responsabilidade exclusiva de seus autores. O Grupo Cacoal NEWS não endossa nem se responsabiliza por qualquer conteúdo expresso nos comentários, e reserva-se o direito de remover, modificar ou não aprovar comentários que violem nossas políticas editoriais ou que possam ser considerados inadequados.

Postar Comentário

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Economia

Após a devolução da medida provisória que pretendia limitar a compensação do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da...

Economia

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta quinta-feira (13) retirar de pauta todos os itens que estavam previstos para serem...

Economia

Previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2025, o leilão de trechos das BRs-060 e 364, em Goiás e Mato Grosso, teve o plano...

Economia

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse que o governo está comprometido com o arcabouço fiscal...

Publicidade